Google+ Followers

quinta-feira, 29 de março de 2018

Casar não é só planejar


O outono da estação, belo que é, fantástico elemento ativador da beleza da pele e da natureza visual, causou alegria e brandura no meu coração.
Casei.
Viver a vida em obediência é um processo para se render aos leais olhos do Deus vivente. Viver fazendo parte daqueles que honram ao supremo Criador.
Casei para mostrar gratidão, para provar o quanto respeito a Lei divina e o quanto quero me dedicar a seguir normas e princípios bíblicos.
Casei com atitude, esperança, força de vontade e fé. Para que a minha vida, agora nossa, possa estar amparada legalmente pelo nosso advogado, Jesus Cristo e pelo Legislador soberano, Jeová Deus.
Somos um. Passei uma vida estudando o quanto vale sentir esse termo, mais do que apenas relatar ou falar. Isso não é apenas uma ideia, e sim uma concreta e sábia forma de revestimento e investimento numa boa causa que é o amor. O amor de verdade, sem fantasia, sem ironia, preenchido de emoção, mas sem ilusão, com a realidade da unidade de sermos uma só carne, onde dialogar, refletir, parar pra respirar, persistir e perdoar sejam propriedades do nosso propósito para com o bom Deus.
A minha atividade paira sobre meu planejamento, com objetivo e direção sob a orientação da Palavra de Deus, que salva vidas, regula famílias, disciplina mentes e nos torna permanentes.
Louvado seja o santo Jeová! Santificado o seu nome e seja feita a sua vontade aqui na Terra como no céu, em nome do nosso redentor Jesus Cristo!
Amém!
(Vocês tornaram a minha vida realizada. Uns acreditaram, outros oraram e todos reforçaram o nosso empreendimento espiritual e pessoal por acolherem, ajudarem, participarem e, principalmente, por nos permitir participar. Isso nos amadureceu. Amamos vocês. Amamos tanto uns, que nem vamos citar para não enciumar outros. –Risos).
“Alegrem-se na esperança. Perseverem sob tribulação. Perseverem em oração”. (Romanos 12:12) Fiz e estou seguindo essas recomendações daquele que sabe instruir para que a nossa vida seja sem fim.
Obrigado. Muito obrigado.
                                                                                             -Joca e Natália Vitorino

Nenhum comentário:

Postar um comentário