Google+ Followers

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

A sua fé diz quem você é

Prefiro ver você falar da sua religião, seja qual for, prefiro vê-lo em uma igreja, sinagoga, santuário, templo ou seja como for chamado o seu local de adoração, do que vê-lo drogado, preso ou mal-falado pelos outros. Pelo menos vocês não estão no mundo do crime, não estão à margem da lei (!?).
É gratificante ver, ler, saber ou ouvir quando uma pessoa mostra a sua fé, divulga a sua religião e compartilha o que sabe em prol dos outros.
O homem tem procurado diversas formas de adoração, mas o que falha nessa tentativa é querer um Deus moldado à sua vontade, um Deus para servi-lo e não para ele servir. O homem quer um Deus como um gênio da lâmpada, que faz os pedidos, é atendido e pronto!, tudo fica bem.
Muitos jovens dizem ter adorado até um presente que ganhou dos pais ou de alguém enamorado deles, achando que se direcionasse bem a atenção para aquele objeto tudo ia ser como eles desejaram. Parece estranho, mas é muito comum esse tipo de acontecimento.
O homem adora como se alimenta fisicamente, achando que tudo vai beneficiar de qualquer jeito mesmo. E até onde conseguiu chegar? O que alcançou durante essa busca?
O homem precisa de Deus. Quando o ceticismo ou o ateísmo envolve alguém é porque aquele ainda não experimentou achegar-se a Deus. E condena o que não conhece profundamente. E ataca quem sequer sabe o nome.
Observe que interessante o que li em um livro: "Há milhões de pessoas que não professam religião alguma, tampouco qualquer crença num deus. São ateus. Outros, agnósticos, creem que Deus é desconhecido e, provavelmente, desconhecível. Contudo, isso obviamente não significa que sejam pessoas sem princípios ou sem ética, assim como o professar alguém uma religião, não significa necessariamente que os tenha. Contudo, se se aceita a religião como sendo "devoção a um princípio; estrita fidelidade ou lealdade; conscientização; pia afeição ou apego", então, nesse caso, a maioria das pessoas, incluindo ateus e agnósticos, pratica deveras algum tipo de devoção religiosa na sua vida." -The Shorter Oxford English Dictionary (O Homem em busca de Deus -Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados)
A adoração tem que ser encarada como real e não como ideal; não tem que ser como você quer para sua satisfação egoísta, e sim como e para que foi produzida. Temos que ser sinceros de coração e lembrar do que aconteceu com Saulo. Ele perseguia os cristãos e foi escolhido para servir a Deus de modo que deixou de perseguir e tornou-se zeloso pregador da Palavra, tornando-se o apóstolo Paulo. Ele era fiel no serviço sagrado da religião que  seguia, contudo, isso não fez dele um homem melhor nem da religião que seguia uma religião aprovada por Deus. Cristo falou: 'Nem todo o que me disser: 'Senhor, Senhor', entrará no reino dos céus, senão aquele que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus.' (Mateus 7:21-23) Por isso, a sua fé diz quem você é. Tem que ter cuidado, sim. Tem que saber identificar o que agrada ao Criador.
A nossa fé diz quem somos, porque ter fé não é só fazer postagens e declarações ou palestras e sim fazer as obras dignas de quem tem fé. 'A fé sem obras está morta.' (Tiago 2:26)
A Palavra de Deus diz que é 'pelos frutos' que seriam reconhecidos os verdadeiros adoradores, pois "Toda árvore boa produz fruto excelente." (Mateus 7:16, 17) ESFORÇA-TE! A sua fé diz quem você é. Seja vigilante, observe os mandamentos, ore, pregue a palavra, seja corajoso e forte e considere tudo com alegria. (Efésios 5:15, 16; Mateus 26:41; 1 João 5:3; Mateus 24:14; Josué 1:9; Tiago 1:2)
Que o nosso santo, fiel, amigo, querido e justo Deus Jeová nos dê um bom dia de sabedoria, bom juízo, justiça, fé, paz, amor e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                   Joca Vitorino

Pensamento: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repreender, para endireitar as coisas, para disciplinar em justiça,   a fim de que o homem de Deus seja plenamente competente, completamente equipado para toda boa obra.” (2 Timóteo 3:16, 17)

Nenhum comentário:

Postar um comentário