Google+ Followers

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

A sua condição não rebaixa a de outro ser humano

Você consegue ser feliz vendo o outro feliz?
Ao pesquisar lugares e pessoas temos a ingrata satisfação de ver que a felicidade de uns causa tristeza e antipatia em outros. Por que? Porque o ser humano é difícil, é prepotente e arrogante quando se trata de condição social, etnia, ou credo, na grande maioria das vezes. Há pessoas que se acham acima de viver em meio a certos tipos de pessoas que nasceram em cidades do interior, ou que não completaram os estudos e ainda das que não vivem em lugares considerados nobres. É triste ver a reação das pessoas quanto àqueles que mostram simplicidade no vestir, no tratar e no consumir. Na verdade, a humildade afeta essas espécies, as espécimes que não se vangloriam posto que, por conta da humildade, os outros os tratam com banalidade, desprezo e ironia. Quantas vezes já ouvi pessoas que, por terem uma certa posição perante a sociedade, criticavam amargamente os que vinham da periferia para servi-los! Quantas vezes ouvi risos maldosos quando um servil operário mostrava-se solícito! Isso me desanimou deveras. Mas também já ouvi, vi e participei de momentos em que pessoas com suas posses materiais possuíam também posses morais e dignas que deveriam ser comuns ao homem. Já vi classes de pessoas que a sociedade promove como 'poderosos' cometerem graves falhas de comportamento, fazerem uso de drogas ilícitas, a mesma droga que usuários tido como comuns usam e esses mesmos usuários ricos condenam; já os vi brigarem por causa de um lugar na fila, fazerem estardalhaço por causa de algumas moedas de troco e procurarem confusão por atendimento antecipado. O que foi mesmo que eles mostraram ter para serem chamados nobres? Quem é nobre respeita, compartilha, cede, ouve, ajuda, porque nobreza é cercada de títulos e privilégios e que privilégio melhor há do que ceder, honrar e abraçar?  Então, percebe-se que a sua condição não rebaixa a de outro ser humano.
Existiu um homem que se importou muito com os de condição humilde, e ele amou, cuidou, ensinou e protegeu. Seu nome é Jesus Cristo, um homem que alguns teimam em classificar como mito ou lenda, mas que isso só acontece porque o inimigo insiste em escurecer a mente dos incrédulos. (2 Coríntios 4:4)
A humildade ainda é preferida pelo Criador por aqueles que a possui e pratica.
Você pode ter dinheiro, 'nariz empinado' e amigos iguais a você, mas sangra, sua, sente fome, dor e pavor como nós, os que você não respeita. Vê? A sua condição não rebaixa a de outro ser humano.
Que o nosso santo, amoroso, justo, digno e benigno Deus Jeová nos dê um bom dia de fé, esperança, perseverança, paz, bençãos e proteção em nome de nosso senhor Jesus Cristo!

                                                     Joca Vitorino

Pensamento: “O Deus que provê perseverança e consolo vos conceda terdes entre vós próprios a mesma atitude mental que Cristo Jesus teve.”  (Romanos 15:5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário