Google+ Followers

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Saudade é implacável e imparcial


Não é possível que saudade seja apenas um sentimento, uma coisa abstrata. Saudade mais parece uma pessoa importante na nossa vida e que teve que se ausentar, fazendo, por isso, muita falta.
Penso na saudade como uma grande e amorosa mãe que tem que sair para trabalhar ou para fazer compras e nos deixar sozinhos em casa.
Saudade poderia doer menos, mas insiste em ser como uma injeção, que nos fará bem depois.
Saudade parece uma crônica triste, porém verdadeira.
A saudade parece algo difícil de suportar, mas necessário para a sobrevivência emocional de todos nós. Percebo, num texto bíblico, a profundidade do valor da saudade: “Minha alma teve saudades e também se definhou pelos pátios de Jeová. Meu próprio coração e minha própria carne gritam de júbilo para o Deus vivente.” (Salmo 84:2) Saudade parece, então, uma ação obrigatória, necessária. 
Saudade também é colocada como algo positivo e agradável, como lemos a seguir: “Sou grato a Deus, a quem estou prestando serviço sagrado assim como os meus antepassados fizeram, e com uma consciência limpa, que nunca deixo de me lembrar de ti nas minhas súplicas, noite e dia,  tendo saudade de ti, ao me lembrar de tuas lágrimas, para que eu fique cheio de alegria.  Pois eu me recordo da fé que há em ti sem qualquer hipocrisia.” (2 Timóteo 1:3-5) A saudade mostra um valor quase imperceptível, um valor não notado claramente, como a nota de um perfume cítrico numa manhã de verão.
A saudade não é uma justiça dos homens, onde são beneficiados alguns; saudade é implacável e imparcial e toma até aqueles dedicados espiritualmente, como já lemos em relatos bíblicos. 
[Deve-se] ter uma boa dieta espiritual a fim de continuar apto a prestar serviço sagrado. “Sua atividade espiritual” [...] “logo aumentará ao passo que se absorverem em sua designação de pregar e ensinar. Por isso, para ser equilibrados e manter as forças, terão de aumentar a ingestão de alimento espiritual”. Uma dieta constante de alimento espiritual pode ajudar o missionário a evitar a depressão espiritual e a saudade de casa. Contribui para que ele tenha contentamento e para que se mantenha determinado a continuar na designação de serviço sagrado. — Filipenses 4:13. Que jeito gratificante de expor e um guia maravilhoso para se deixar conduzir! 'Uma dieta espiritual' recompensa a saudade. < http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2000445?q=saudade&p=par >
Que o nosso eterno, fiel, justo, dedicado e amoroso Deus Jeová nos dê um bom dia de satisfação espiritual, alegria, paz, conforto, proteção e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                             Joca Vitorino

Pensamento: “Esperarei todos os dias do meu trabalho compulsório, até vir a minha substituição. Tu chamarás e eu mesmo te responderei. Terás saudades do trabalho das tuas mãos.” (Jó 14:14, 15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário