Google+ Followers

domingo, 18 de janeiro de 2015

O que motiva você a fazer o que faz?

A motivação correta faz com que o pai se agrade do pedido do filho, faz com que a mãe sinta-se feliz por um filho ter tal pensamento e faz com que o filho esteja sendo bem visto diante de todos.
A motivação tem que ter base. A base de tudo o que é bom deve ser o amor. Se a sua motivação é baseada no amor, então você está caminhando na direção certa.
A atitude do nosso coração é a nossa disposição. Sendo assim, o que fazemos normalmente determina a nossa condição moral e até mesmo espiritual.
A motivação tem que ser algo que cause alegria a si próprio. Um exemplo sério e amoroso que temos é o de Isaías, o profeta, quando se ofereceu voluntariamente a prestar serviço quando Jeová perguntou a quem enviaria e quem iria por 'Eles', e Isaías respondeu: 'Eis-me aqui! Envia-me.' (Isaías 6:8) Não houve pressão nem troca, foi somente por estar motivado a agradar ao Criador que Isaías se ofereceu.
A sua motivação, a minha motivação e a de muitos outros deve ser a de querer fazer o bem, de ver os outros felizes, mas deve, acima de tudo, ser para agradar a Deus.
Quantas coisas nos motivam! Por misericórdia ou compaixão queremos ajudar um idoso, um pedinte ou um vizinho desempregado ou doente. Por amor queremos ajudar quem aparentemente não precisa. A própria necessidade espiritual que sentimos nos motiva a dar o nosso melhor em prol dos outros.
Por que você trabalha? Por que você se empenha em aprender? Por que estuda? Por que dorme e por que acorda? Por que ora? Por que crê? Porque é motivado incondicionalmente a isso. A sua estrutura humana, física, emocional ou espiritual o encaminha a isso.
Ore em nome de Cristo e com a motivação correta e sua orações poderão ser atendidas. A motivação nos faz perseverantes. A parábola de Jesus registrada na Bíblia em Lucas 18:1-8 nos mostra que devemos orar sempre para não desanimar. A motivação é: estar decidido anão esmorecer.
Uma motivação que só pode vir de quem acredita no único e verdadeiro Deus é a de Atos 2:21, onde diz que quem invocar o NOME de Deus será salvo. A motivação correta é: aprender e crer que Deus tem nome. (Leia João 17:3)
[Motivação, a força impulsora por trás de nossa conduta, é mais um aspecto vital da pessoa interior, conforme representado pelo “coração”. Assim, aqueles que faziam contribuições para a construção do tabernáculo “vieram então, todo aquele cujo coração o impelia”. (Êx 35:21, 26, 29; 36:2) O iníquo Hamã “se afoitou” (literalmente: o encheu quanto ao seu coração) a tramar contra os judeus. (Est 7:5 n.; At 5:3)Hebreus 4:12 explica que a palavra de promessa de Deus, igual a uma espada afiada, é capaz de “discernir os pensamentos e as intenções do coração”. Também Jesus indicou que do coração procede a força motivadora por trás da nossa conduta, quer boa, quer má. (Mt 15:19; Lu 6:45) < http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1200001948#h=8:0-8:686 >]
O que motiva você a fazer o que faz?
Que o nosso soberano, justo, santo, fiel e digno Deus Jeová nos dê um bom dia de frutos do espírito santo, sabedoria, proteção e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                        Joca Vitorino

Pensamento: “Deus é aquele que, por causa do seu beneplácito, está agindo em vós, para que tanto queirais como atueis.” Sim, Jeová pode agir no nosso íntimo e afetar a nossa vontade, ou desejos." (Fil. 2:13; 4:13)

Nenhum comentário:

Postar um comentário