Google+ Followers

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Comparação de ser mãe com ser mãe realmente

Uma imagem fantástica, a de nuvens em forma de grandes composições naturais e geométricas, é um presente para quem sabe observar as maravilhosas criações de Deus. Para quem observa e deleita-se.
Uma bela e duradoura imagem na nossa lembrança é a de um filho gerado no ventre de uma mãe. Uma imagem onde o vislumbre vem desde a concepção. Ser mãe é compreender a criação e o Criador, é se maravilhar disso por ter esse vínculo tão grandioso que é procriar.
Observar, segundo o dicionário, é: Cumprir ou praticar o que é prescrito por alguma lei ou obrigação moral; Estudar, examinar, olhar com atenção, pesquisar minuciosamente. (Dicionário Moderno Português Michaelis)
Observar uma aparentemente pequena criação faz de você uma pessoa atenta, examinadora. Por isso a maternidade é uma forma de estudo eficiente e pessoal, assim como deve ser o estudo da Bíblia. Tem que ter vontade, ânimo, disposição para fazer disso um modo de vida, assim como é ser mãe. Para ser mãe é preciso aprender uma coisa nova a cada dia, prestar atenção às mudanças em cada aspecto do bebê e às suas reações ao clima, aos sons e a alimentação.
Observar é praticar. “Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo,  ensinando-as a observar todas as coisas que vos ordenei. E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas.” (Mateus 28:19, 20) Esse é um ensinamento adequado, fácil e pleno.
Comparando ser mãe com a realidade de ser mãe basta a observância das coisas que tem que acontecer e daí ser feliz, depende de você.
Observar é obedecer. Obedecer é ser respeitado, enaltecido e amado.
Que o nosso santo, amado, sublime e justo Deus Jeová nos dê um bom dia de frutos do espírito santo, sabedoria e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                  Joca Vitorino

Pensamento: “Por que me perguntas sobre o que é bom? Há um que é bom. Se queres, porém, entrar na vida, observa continuamente os mandamentos.” (Mateus 19:17)

Nenhum comentário:

Postar um comentário