Google+ Followers

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Isso é que é verdade

A vida é engraçada, às vezes. E às vezes a graça de um é tragédia ou desespero de outro, como uma queda, onde pode ser que alguns riam, certamente outros se sentirão preocupados, absortos.
A vida é uma graça para quem sabe apreciar as dádivas da benignidade imerecida que Deus nos dá. E pode ser uma desgraça para os que reclamam, para os que são impacientes e para os que não tem fé.
Ontem estive numa reunião cristã onde o orador falou sobre a verdade, que felizes são os que tem conhecimento profundo da Palavra de Deus e da sua justiça e que o que ajuda a praticar a justiça é ter amor por essa justiça.
Aprendi, nessa reunião que conhecimento não é apenas ter informações contidas na mente, pois o fato de alguém conhecer a verdade não significa que ele viva essa verdade, ame essa verdade. Conhecer, segundo o orador, é ter apreço, dar valor ou importância por quem conhece, e só conhecemos quando fazemos disso o nosso modo de vida.
A verdade é essa coisa de buscar com tanto apreço que resulta em felicidade. 'Quanto maior o conhecimento e a sua aplicação, mais felicidade!', afirmou o orador.
Por que, então, fazemos a vida parecer tão vazia, tão sem sentido, às vezes? Porque caímos nessa armadilha de pensar que sabemos tudo. A verdade precisa causar mudanças, transformar sua vida. Para isso temos que deixar-nos guiar pela Palavra de Deus, a Bíblia e sentir como registrado em João 17:16, quando Cristo orou pedindo ao Pai para que os seus discípulos não fizessem parte do mundo. Então, temos que nos esforçar em viver à altura da verdade, como Jesus ensinou.
Isso nos dá alegria, e quem tem alegria tem paz com Jeová.
Que o nosso santo, soberano, amado, justo e digno Deus Jeová nos dê um bom dia de muita paz, harmonia, alegria, humildade e fé em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                             Joca Vitorino

Pensamento: "A própria luz brilhou para o justo e [a] alegria, até mesmo para os retos no coração." (Salmo 97:11)

Nenhum comentário:

Postar um comentário