Google+ Followers

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Satisfazer a sua vontade e a minha vontade

Havia um sol muito lindo entre duas janelas; ele se acomodou ali e não quis mais sair. Ficou ali durante toda a manhã e toda a tarde, até o começo da noite, e antes de ir embora pintou de cores vibrantes as nuvens que estavam ali por perto. Esse sol lindo, claro e caro deixou muitas pessoas felizes, mas, como sabemos que acontece normalmente com as pessoas, muitas delas se entristeceram e se zangaram com a presença do sol no seu dia.
Houve um dia em que choveu. Uma chuva alegre, fininha e feliz. Acho que ela se embriagou de felicidade, tanto que tornou-se forte, constante e tempestuosa, criando pânico entre muitas pessoas, até mesmo por aquelas que haviam reclamado do sol. As nuvens entraram na brincadeira e escureceram o céu com seus algodoados contornos cinza.
Percebemos como é difícil contentar as pessoas. Um pensamento infantil seria a solução para tudo isso, pois seriam colocados num lado do planeta as pessoas que só quisessem o sol e do outro lado as que aprovam a chuva, até o dia em que os que estivessem onde está o sol sentissem sede ou vontade de nadar para relaxar; ou até o dia em que os que estivessem onde a chuva impera sentissem frio ou necessitassem secar uma roupa para vestir.
Parece que não dá para satisfazer os desejos das pessoas porque todos querem muitas coisas diferentes, muitas das quais egoístas.
Na Bíblia lemos: "Abres a tua mão e satisfazes o desejo de toda coisa vivente." (Sal. 145:16) E entendemos que os desejos são realizados à medida em que o tempo passa, não é uma coisa imediata, e sim de acordo com o que foi plantado outrora, dado que colhe-se o que plantou.
Realizar o desejo ou os desejos provém da confiança depositada. "E esta é a confiança que temos [em Jeová], que, não importa o que peçamos segundo a sua vontade, ele nos ouve. Ainda mais se soubermos que ele nos ouve com respeito àquilo que pedimos, sabemos que havemos de ter as coisas pedidas, visto que as pedimos a ele." (1 João 5:14, 15) 
Uma das mais conhecidas atribuições à satisfação de muitos está registrada em Mateus 5:44, 45, que diz: "Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos." 
Realiza-se o desejo de quem espera, quem coopera, quem acredita e persevera. (Mat. 24:13) 
Que o nosso justo, amigo, fiel, maravilhoso e santo Deus Jeová nos dê um bom dia de paz, boa saúde, proteção, sabedoria, bençãos, amor e alegria em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                           Joca Vitorino

Pensamento: "Vi debaixo do sol o lugar do juízo onde havia iniquidade e o lugar da justiça onde havia iniquidade. Eu mesmo disse no meu coração: 'O [verdadeiro] Deus julgará tanto o justo como o iníquo, pois há um tempo para todo assunto e referente a todo trabalho ali." (Ecl. 3:16, 17)

Nenhum comentário:

Postar um comentário