Google+ Followers

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A natureza e a sua natureza

O vento soprava forte sobre as areias na beira da praia. Era um frio de primavera numa manhã de outubro no Brasil. Os barcos dançavam a dança das ondas, acompanhando-as por onde fossem, como num balé. Eu estava sentado no muro em frente à praia e ver aqueles barcos bailando e uma cortina aquosa por trás deles era um espetáculo diferente e agradável. Fiquei pensando em como era importante para o homem tudo o que a natureza produzia; os sons, as cores, as vibrações, o aroma. A natureza era uma paleta colorida e diversificada de itens para viver e sobreviver. A natureza age em nós.
Apreciar a Criação é um privilégio e uma dádiva também. Da mesma maneira que temos que nos alimentar para obter energia para trabalhar, temos que treinar para distinguir o certo do errado. (Heb. 5:14) Se fizermos isso, e se, junto com isso, acreditarmos que perseverar é manter-se firme diante de obstáculos e tentações, o que resulta num bom testemunho, teremos alcançado o conhecimento. (Lucas 21:12, 13) 
A terra, qual planeta, foi desenvolvida para a morada do homem. Ela foi formada mesmo com o objetivo de ser habitada. (Isa. 45:18) Cuidar, manter, zelar, são características do bom observador, do apreciador de coisas boas.
O vento soprava forte, mas eu sentia a suavidade da brisa por causa do cheiro que vinha do mar. Eu achava que era um sonho estar ali, incorporado à natureza, como se fizéssemos parte, como realmente fazemos parte.
Que o nosso santo, amoroso, fiel, dedicado e querido Deus Jeová nos dê um bom dia de frutos do espírito santo, proteção, boa saúde e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!


                                                   Joca Vitorino

Pensamento: "Visto que aceitastes a Cristo Jesus, o Senhor, prossegui andando em união com ele, arraigados, e sendo edificados nele e estabilizados na fé, assim como fostes ensinados, transbordando em agradecimentos com [fé]." (Col. 2:6, 7) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário