Google+ Followers

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Você está realmente com Deus ou só diz estar?

Qual o principal fator para a adoração verdadeira?
Muitas pessoas acham que para adorar basta ir à igreja, outros acham que basta dar o dízimo e mais outros creem que é só confessar pecados para que esteja tudo bem. Mas, o que diz a Palavra de Deus sobre isso? Será que é importante saber? Que coisas são vitais na adoração?
Na Bíblia, em Mateus 22:37 lemos o que é imprescindível para a verdadeira adoração. E isso nos mostra o quanto é necessário estarmos a par do discernimento das coisas. Não basta apenas entender do nosso ponto de vista pessoal e sim do ponto de vista de Deus.
Adorar é uma entrega.
A Bíblia nos informa sobre muitos servos fiéis de Jeová comprometidos com a adoração verdadeira, mas destaquei exemplos como o de Elias, profeta de Deus e Josias, o último rei bom de Israel.
Jezabel, uma rainha má, tinha ao seu comando quatrocentos e cinquenta profetas de um deus chamado Baal, e até executou muitos servos de Jeová que se esquivaram de adorar ao deus dela, mas Elias mantinha-se firme. A Bíblia diz que Elias tinha sentimentos iguais aos nossos, portanto, era um homem comum, só que dedicado mesmo (Tiago 5:17).
Elias sentia que o próprio povo havia desprezado a adoração ao verdadeiro Deus e fantasiavam uma vida agradável sem que isso lhes perturbasse a consciência. E Elias se sentia triste por isso. Lemos reflexo disso em Êxodo 20:5. Em momento algum Elias acreditou que a sua força ou discurso o fizessem melhor que ninguém, mas depositou plenamente sua fé em Jeová.
Em 1 Reis 18:28, 29 entendemos que os deuses que as pessoas inventaram não respondem aos seus chamados, aos seus rogos ou súplicas. Porque não ouvem, não falam, não veem. Leia que espetacular descrição o próprio povo, antes descrente do verdadeiro Deus, proclamou em 1 Reis 18:39.
Josias subiu ao trono aos oito anos de idade e por ser humilde tinha o favor de Jeová. Ele decidiu fazer o que era certo e restaurou corajosamente a adoração verdadeira por destruir os ídolos que haviam naquela nação e também por ajudar o povo a retornar a Jeová. Josias era justo e reto aos olhos de Jeová como podemos perceber na Bíblia em Jeremias 22:15, 16.
Esses exemplos são confiáveis, valorosos e profundos se direcionarmos nossa objetividade às Escrituras Sagradas, que nos tornam plenamente competente, completamente equipado para toda boa obra. (2 Timóteo 3:16, 17.   
E você, está realmente com Deus ou só diz estar?
Que o nosso único, verdadeiro, soberano, fiel, eterno e santo Deus Jeová nos dê um bom dia de frutos do espírito santo, proteção, bençãos e sabedoria em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                               Joca Vitorino

Pensamento: "Josias [...] passou a fazer o que era direito aos olhos de Jeová [...] e não se desviou nem para a direita nem para a esquerda." (2 Crônicas 34:1, 2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário