Google+ Followers

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Por que perdoar?


O mal que você fez a alguém foi menos mal que o que fizeram a você?
Por que existem pessoas que desprezam tanto aos outros?
Na Bíblia, em Jeremias 1:16, lemos que abandonar a Deus e adorar a quem não seja o próprio Jeová são atos de maldade. Aprofundar nesse entendimento nos faz perceber que abandonar a Deus é deixar de praticar o que a Sua Palavra nos insta e que adorar a outros deuses significa também idolatrar alguma pessoa, seja ela famosa ou não, ou objetos ou mesmo coisas imaginárias, fantasiosas.
A maldade também faz a vida de alguns parecer sem sentido, e é isso o que o inimigo quer que você sinta: que não há motivo para ser feliz. A Bíblia nos diz que fomos concebidos em pecado, então visto dessa forma, entendemos que temos uma inclinação para o mal e que temos que lutar contra isso para não sofrermos consequências graves e desastrosas, como revelado em Tiago 1:14, 15.
A falta de conhecimento acende a chama do que é ruim. É, a ignorância acerca de determinados assuntos faz a pessoa parecer corrompida, desajustada. Estive pesquisando o site http://www.jw.org/pt/ e li que existem questões para a maldade que necessitam ser analisadas profundamente, como: *a tendência inata do homem para a maldade; *a falta de conhecimento exato; *a influência satânica. Quanto a tendência para a maldade, a Bíblia nos diz que o sangue de Cristo purifica-nos de todo o pecado, segundo João 1:7.
Sinta a liberdade de quem não precisa temer mal algum e a oportunidade de viver em paz e alcançar o Novo Mundo prometido lendo Sofonias 2:2, 3.
Perdoar é essencial para manter um relacionamento puro e sincero com a família, a sociedade em que vivemos e, principalmente com o nosso Deus Jeová. 
Quer saber os efeitos do perdão? Leia na Bíblia Mateus 6:14, 15.
Que o nosso soberano, excelso, magnífico, perdoador e santo Deus Jeová nos dê um bom dia de bençãos, disposição, alegria, amor, paz e proteção em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                             Joca Vitorino

Pensamento: "Tu... és um Deus de atos de perdão, clemente e misericordioso, vagarosos em irar-se e abundante em benevolência, e não [nos] abandonaste." (Neemias 9:17))

Nenhum comentário:

Postar um comentário