Google+ Followers

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Você tem boa consciência para uso moral?

Para bom uso e enfrentamento moral é necessário uma consciência bem treinada. A consciência é que nos guia para o usufruto permanente do envolvimento social, cristão e pessoal.
Como anda a sua moral? Quais os seus valores? Como você vê o caminhar da humanidade?
Basta ler na Bíblia o relato em Isaías 5:20 e perceber como o homem quer viver, independente do envolvimento com Deus, quer é ter seus desejos egoístas satisfeitos.
No nosso modo de vida comum, a moral nos conscientiza pro futuro nos levando a crer em fazer o certo sempre e o errado nunca. Mas será que é isso o que acontece?
{Antigamente, as virtudes eram bem definidas. Ou a pessoa era honesta, leal, casta e honrada, ou não era. Agora, o termo “virtudes” foi substituído por “valores”. Mas existe um problema relacionado a isso, conforme a historiadora Gertrude Himmelfarb observa em seu livro The De-Moralization of Society(A Desmoralização da Sociedade): “Não se pode dizer sobre virtudes o mesmo que se pode dizer sobre valores, . . . ou seja, que cada pessoa tem o direito de escolher suas próprias virtudes.”
  Ela diz que os valores “podem ser crenças, opiniões, atitudes, sentimentos, hábitos, costumes, preferências, preconceitos e até idiossincrasias — tudo que uma pessoa, um grupo ou uma sociedade valoriza, a qualquer momento, por qualquer razão”. Numa sociedade liberal como a de hoje, as pessoas acham que têm justificativa para escolher seus próprios valores, assim como escolhem o que vão comprar num supermercado. Mas quando se faz isso, o que acontece com as verdadeiras virtudes e a moralidade? (Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102007122?q=moral&p=par )}.
Moral deriva do latim 'mores' e é relativo aos costumes, segundo a Wikipédia.
Ética é a base da lei, pois... não existe lei sem uma ética que lhe sirva de alicerce.
Moral é tudo aquilo que se submete a um valor. -José F. Mora
Sendo assim, moral e ética podem se encontrar, na medida em que não existam costumes ou hábitos sociais completamente separados de uma ética individual. Então, moral e religião deviam ser práticas sociais constantes e integradas.
Que o nosso íntegro, supremo, benigno e soberano Deus Jeová nos dê um bom dia de paz, fortaleza espiritual, alegria no coração, madureza e brandura, alem de bençãos e proteção em nome do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo!

                                                              Joca Vitorino

Pensamento: "Consciência', digo eu, não a tua, mas a da outra pessoa. Pois, por que haveria de ser julgada a minha liberdade pela consciência de outra pessoa?" (1 Coríntios 10:29) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário