Google+ Followers

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Amor, sexo ou ambos?

A vida dos jovens está tão corrompida que eles sequer se dão ao trabalho de pensar se o que estão fazendo trará sérias ou brandas consequências.
Quando jovem, pensa que o amor é gostar tanto do outro que o leva a desrespeitar os pais, a infringir regras e até mesmo fugir de casa. Ora, se o outro o amasse tanto, jamais iria querer que fizesse algo às escondidas ou que perdesse o bom conceito que os pais teriam sobre ele. O amor não se sujeita a cometer delitos, infrações ou erros propositais, pois 'o amor não se comporta indecentemente.'
Normalmente, as pessoas agem de modo vergonhoso até, por causa do sexo; o sexo atrai tanto que deixa um rastro de indecência em certas pessoas. Por que em certas pessoas? Porque algumas são precavidas quanto às lições que a vida oferece, como por exemplo, o fato de saber que a vizinha tal, filha de fulano, engravidou, mas não tem marido, só namorado. E muitos acham um absurdo, nos dias de hoje se pensar assim, contudo, quem sabe o que está passando e ainda vai passar é a vizinha. Isso é uma experiência que a vida nos dá. Por que, então, não aprender? Por que se deixar levar por conceitos enganosos de quem não tem sabedoria de verdade?
A Palavra de Deus nos diz que o amor 'não se alegra com a injustiça', e aí é que está! é justo uma pessoa engravidar com tão pouca idade? É justo ter um filho sem poder criar? É justo dizer que tem filho, mas quem cria são os avós? 'O amor persevera em todas as coisas'. Isto é real. E é profundo também. Perseverar significa esperar pacientemente, estar preparado para tais eventos da emoção, do coração e da vida.
E tem de permanecer a fé, a esperança e o amor, estes três; mas o maior destes é o amor. E amor é respeito e segurança. 9 Coríntios 13:4-13)
Que o nosso justo, amoroso, fiel, digno e santo Deus Jeová nos dê um bom dia de muita paz, alegria, amor e boa saúde mental, física e espiritual em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                       Joca Vitorino

Pensamento: "Escultai, ó filhos, a disciplina do pai e prestai atenção, para conhecerdes a compreensão." (Provérbios 4:1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário