Google+ Followers

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Será que você pode me entender?

Por que as coisas ficam tão difíceis entre nós?
Por que você não pode simplesmente me ouvir e entender?
Será que não consigo me expressar tão bem assim?
Esses pensamentos consomem, destroem e apavoram até. Mas, não são pensamentos exclusivamente meus. São pensamentos que as pessoas contemplam de forma intrigante e não sabem onde buscar respostas para tais. Seguidamente a isso, não conseguem sequer raciocinar seguramente.
O homem traz a deslealdade consigo para o seu próprio prejuízo. O orgulho compromete o homem de uma forma tão abrangente que sabemos muitas histórias como essas e que fim levaram. Um exemplo disso é o do rei Nabucodonosor, que recebeu um grande castigo por ostentar tanto orgulho. Já o seu neto, Belsazar, era tão orgulhoso e indigno quanto fora Nabucodonosor e, numa festa que ofereceu a cerca de mil pessoas influentes, usou utensílios retirados do templo de Jeová Deus. Além disso, adorava imagens e Deus fez com que uma mão escrevesse algo que só Daniel, o profeta, poderia decifrar e o fez, dizendo a Belsazar que significava que Deus iria acabar com o reino de Belsazar, que ele fora pesado e achado sem valor e, finalmente, que seu reino seria dado aos medos e persas. E foi o que aconteceu. A cidade foi atacada e Belsazar morto, cumprindo o que estava escrito naquela mesma noite (Daniel 5:1-30).
Para termos entendimento correto acerca das coisas temos que prestar mais do que a costumeira atenção e buscar ajuda perita. 
Leia a Bíblia, participe das reuniões cristãs e pregue a Palavra de Jeová.
Que o nosso soberano, maravilhoso, feliz e amoroso Deus Jeová, santo e querido, nos dê um bom dia de paz, proteção, de aceitar nossos agradecimentos, de amor e alegria em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                                     Joca Vitorino

Pensamento: "Sabei isto,  meus amados irmãos. Todo homem tem de ser rápido no ouvir, vagaroso no falar, vagaroso no furor; pois o furor do homem não produz a justiça de Deus." (Tiago 1:19,20)

Nenhum comentário:

Postar um comentário