Google+ Followers

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Por que isso é verdade?

"O homem tem de viver, não somente de pão, mas de cada pronunciação procedente da boca de Jeová." (Mateus 4:4) Aplicar o que aprende é assim. Tem que viver acatando os conselhos, princípios e outras ajudas que a Palavra de Deus nos dá.
O que se requer de nós em sentido espiritual? Somente que sejamos obedientes.
O que acha de suas atitudes em relação a Deus, à vida, à sua conduta? O que Deus acha disso?
Por que isso é verdade? A própria Bíblia responde, quando diz: "Toda a Escritura é inspirada por Deus [...] a fim de que o homem de Deus seja plenamente competente." (2 Timóteo 3:16, 17) Para ser plenamente competente tem que recorrer às orientações divinas. Não devemos nos tornar sábios aos nossos próprios olhos, pois isso não está fundamentado em nada, nem em lugar algum. (Provérbios 3:7)
Por que isso é verdade? Porque, de certa forma, machuca, a disciplina. Ou machuca o ego, ou a posição que alguém exerce. Quem não machuca é quem sabe seduzir, enganar, desanimar, quem faz o outro pensar que está errado, o Pai da mentira, como registrado na Bíblia em João 8:44; ele promete poder, riqueza, fama, independência... tudo o que pode ser usado para corromper. Mas, nós não devemos nos deixar corromper. Temos que nos manter alertas, firmes, fortes, animados, pacíficos, gentis e amorosos, sobretudo.
A verdade é algo que liberta, que fortalece, que nos faz encarar tudo sob um ponto de vista lógico. A verdade é uma coisa que nos faz perceber quando algo não está indo bem. A verdade é ter conhecimento para não ser sobrepujado por falsos raciocínios. (João 8:32)
Que o nosso verdadeiro, cumpridor de promessas, amoroso, justo, fiel e benigno Deus Jeová nos dê um bom dia de proteção, perdão, bom ânimo, boa saúde, paz, alegria, harmonia, amor, boa disposição e bençãos em nome de nosso amado Senhor e salvador Jesus Cristo!

                                                                             Joca Vitorino

Pensamento: "Vós julgais segundo a carne." (João 8:15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário