Google+ Followers

terça-feira, 29 de abril de 2014

O que é certo? O que é errado?

'Filho, talvez seja preciso você envelhecer para aceitar a verdade com o coração. E, Deus abençoe que ainda haja tempo para isso.' Essa orientação de um pai preocupado com o rumo que certa discussão tomou, tem base bíblica aplicada a filosofias humanas, superstições, sentimentos negativos e características indesejáveis, pois a palavra de Deus nos livra disso, conforme descrito em 2 Coríntios 10:4, 5.
Pode ser que certos tipos de indivíduos, pela dureza dos seus corações, precisem de um tempo para compreender coisas que dependem muito mais da espiritualidade do que de entendimento pessoal. Mas, pode ser também que eles reajam positivamente ao conhecimento da verdade da palavra de Deus. (João 8:32; Mateus 5:27-29) Isso mostra a diferença entre o que parecemos ser e o que somos realmente.
O que é certo? O que é errado? Será que é você que tem esse poder de distinguir com tanta propriedade um assunto dessa natureza?
Perceba nas Escrituras Sagradas desde o princípio da criação, a cobiça que Eva deixou tomar ao coração a levou -e a toda a sua posteridade a caminhos duros de se trilhar. Sabia o que era correto fazer, mas preferiu o desejo dos olhos e pecou por isso.
Vejamos também um pouco mais adiante o que aconteceu com José, quando a esposa de Potifar o assediou e ele preferiu manter-se direito aos olhos de Jeová e resistiu por saber que era errado nutrir sentimento ou desejo pela mulher do próximo. (Gênesis 3:1-7; 39:12-23)
A Bíblia nos qualifica a entender conceitos do que é certo e do que é errado. Viver, baseando o entendimento e discernimento na Palavra de Deus nos habilita a viver de acordo com as normas e princípios divinos e nos remete a alcançar as bençãos de Deus.
Que o nosso justo, perfeito e amoroso Deus Jeová nos dê um bom dia de frutos do espírito santo, bençãos, proteção e sabedoria em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                           Joca Vitorino

Pensamento: "Da mesma boca procedem benção e maldição. Não é correto, meus irmãos, que essas coisas se dêem assim. Será que uma fonte faz brotar pela mesma abertura o que é doce e o que é amargo?" (Tiago 3:10,11)

Nenhum comentário:

Postar um comentário