Google+ Followers

terça-feira, 25 de março de 2014

Justiça com as próprias mãos ou paciência?

É tão fácil apontar defeitos nos outros!
O que você faz pode ajudá-lo a aprender, a ensinar, a justificar e a ter problemas. Vai depender mais do modo como lida com isso. Como no caso de fazer justiça com as próprias mãos.
O seu jeito de falar também pode causar ânimo ou desespero naquele que entrou numa discussão com você. Preste bem atenção e esforce-se em combater os perigos de causar e sofrer danos. Jeová Deus é amor, diz a Bíblia, e você acredita que ele ama você? Você bem sabe que Deus não aprova a maldade, a injustiça e os que praticam atos maus, nocivos ao próximo. Um tigre em seu habitat natural, defende o seu território, muito mais por instinto. Mas, o homem, dotado de raciocínio, experiência e virtudes pode dar-se ao prazer de resolver questões do modo que lhe apraz? A Palavra de Deus nos instrui as ser obedientes às autoridades permitidas por Deus, pois 'as autoridades existentes acham-se colocadas por Deus nas suas posições relativas.' (Romanos 13:1) O que você acha disso?
Essas são abordagens que você não deve esquecer.
Resolva prontamente quaisquer situações, como ensinado na Bíblia, em Provérbios 17:9 "Quem encobre uma transgressão está procurando amor, e aquele que continua falando sobre um assunto separa os que estão familiarizados uns com os outros." Então, o que você pode fazer, justiça com as próprias mãos ou paciência?
Que o nosso altíssimo e soberano Deus Jeová nos dê um bom dia de paz, autodomínio, proteção, alegria e bençãos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                       Joca Vitorino

Pensamento: "Executar a justiça e o juízo é preferido por Jeová a um sacrifício." (Provérbios 21:3)

Nenhum comentário:

Postar um comentário