Google+ Followers

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Bala perdida

Imagem e texto de hoje:
Você atirou. Ele atirou. Como podem dizer que a bala é perdida?! (Se aperta o gatilho e tira uma vida, não é bala perdida).
É nessa confusão emocional que nos encontramos dia após dia. Mães lastimam a perda de seus filhos. Pais enfurecidos tentam fazer justiça com as próprias mãos. A polícia põe a culpa no governo e na justiça, porque prendem num dia e no dia seguinte, mediante pagamento de fiança, os marginais estão soltos. O mundo jaz no poder do iníquo, lemos na Bíblia em 1 João 5:19. Há alguma dúvida? Claro que não.
Na Bíblia, no evangelho de Mateus lemos a genealogia de Cristo, o seu nascimento, a fuga para o Egito, a pregação de João e o batismo de Jesus, as tentações que Cristo sofreu, a prisão de João, o sermão do monte falando sobre as nove felicidades, adultério, divórcio, amor aos inimigos, uma oração como modelo para nós, os verdadeiros tesouros, trabalhar para dois amos, buscar primeiro o reino, portão estreito, acalma o mar, expulsa demônios, cura, ressuscita pessoas, convoca e instrui apóstolos, quem é o senhor do sábado, pecado imperdoável, uso de ilustrações, o que avilta o homem, ovelha perdida, perdão, pagar a César, Ressurreição, dois mandamentos, sinal da presença de Cristo, últimos dias, pregação das boas novas, ovelhas e cabritos, última Páscoa, Jesus traído, repudiado, morte de Cristo e fazer discípulos. Dentre todas essas coisas, as que mais nos afetam diretamente nos dias atuais estão descritas no capítulo 24 do evangelho segundo Mateus. Por isso entendemos que não há bala perdida. O tiro foi dado, sim. Foi apertado o gatilho. Bala perdida é igual a tiro acidental, isso sim!
Que o nosso honroso, justo e protetor Deus Jeová nos dê um bom dia de proteção, paz, amor, alegria e harmonia em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                  Joca Vitorino

Pensamento: "Assim como se saiu do ventre da mãe, nu se irá novamente embora, assim como se veio; e não se pode levar absolutamente nada pelo seu trabalho árduo, que se possa levar junto na mão." (Eclesiastes 5:15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário