Google+ Followers

sábado, 3 de agosto de 2013

Experiências

Imagem e texto de hoje: https://plus.google.com/photos/107925903145619205839/albums/5897155477838808209/5907878512423983138?banner=pwa&pid=5907878512423983138&oid=107925903145619205839
As experiências fortalecem o homem.
A Palavra de Deus nos diz: "Quem escuta conselho é sábio" (Provérbios 12:15). O mesmo se dá com quem passa por uma experiência ou está próximo de alguém que passou por uma experiência.
Temos muitos claros exemplos pessoais disso, porém as experiências que fixam na nossa mente são as que ouvimos com certa frequência ou vemos nas mídias. Por exemplo, um homem tenta salvar um escorpião que está a afogar-se e é picado pelo mesmo, e o escorpião torna a cair na água. O homem tenta mais uma vez e é picado novamente e torna a soltá-lo, mas o persistente homem busca uma folha e consegue salvar o escorpião. Um homem estava observando essa cena e, curioso, perguntou ao que salvou o escorpião porque ele tentou salvar o escorpião que estava picando-o, ao que ele respondeu que a natureza do escorpião era defender-se picando, era natural o escorpião picar, mas a dele, ah! a natureza dele era ajudar e foi isso que ele fez, deixando um exemplo de persistência em fazer o bem.
Uma outra experiência marcante é a de um servo fiel e dedicado e um rei. O homem serviu ao rei desde a sua juventude e certo dia adoeceu, já com idade avançada em anos, e o rei disse que como ele tinha sido fiel e ajudador durante toda a sua vida, podia fazer um pedido ao rei e ele pediu ao rei mais um dia de vida. O rei não esperava por aquilo e nem sabia o que fazer e disse que tudo o que ele pudesse fazer com certeza faria, mas aquilo era algo que ele não podia fazer. E o servo entristecido disse-lhe de que adiantou ter sido tão fiel, tão dedicado, tão dado ao rei se agora a única coisa que ele mais queria, ter mais um dia de vida, o rei não podia lhe dar. E raciocinou que deveria ter servido realmente a Jeová, que teria sido de grande proveito para ele próprio e para muitos. Desde a sua juventude tinha dedicado ao rei seus serviços, tempo e energia, e agora não podia aproveitar por nada do que tinha feito. Ao contrário de ter servido a Deus que seria agora de bençãos na sua vida.
A minha própria vida foi marcada por muitas experiências, dentre as quais destaco os últimos momentos de vida de minha mãe. Ela estava no leito de um hospital e falava de Deus com muito carinho e ânimo. Nem parecia que dali a poucos instantes sua vida se esvairia. Oramos juntos, eu, ela e uma filha minha. Conversamos sobre assuntos espirituais e familiares, domésticos e emocionais. Mas ela estava o tempo todo nos animando, falando do que Deus faz na nossa vida quando aceitamos e lembro bem que pouco antes dela dormir na morte falou: "Jeová controla tudo, meu filho." Eu estava com medo de perder a minha amada mãe, mas ela estava preocupada com a sua família e fez bilhetes para alguns, mandou recado para outros e em momento algum mostrou desespero ou fraqueza. Isso me fez ver, sentir e acreditar como é bom crer verdadeiramente em Jeová, Deus de Abraão, Isaque e Jacó e também o verdadeiro Deus de todo aquele que crê. Hoje estudo a Bíblia diariamente e sinto a alegria, energia e fortaleza que Jeová proporcionou a minha querida mãe. Como lemos em Sua Palavra: "A paz de Deus... excede todo pensamento" e "Para todas as coisas tenho forças em virtude Daquele que me confere poder" (Filipenses 4:7; 13). Realmente, a paz de Deus supera todo e qualquer pensamento que tenhamos e nos fortalece. Creia.
Que o nosso soberano e eterno Senhor Jeová, nosso único Deus nos dê um bom dia de paz, fortaleza espiritual e alegria em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                                   Joca Vitorino

Pensamento: "Quando revisar o que escreveu, elimine uma palavra em duas, e veja como seu estilo se tornará mais vigoroso." (Sidney Smith)

Nenhum comentário:

Postar um comentário