Google+ Followers

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Quem é juiz? Quem pode julgar você?

Imagem e texto de hoje: http://i41.tinypic.com/nosg11.jpg

O homem tem uma habilidade incrível de comentar atos alheios. Fácil fazer isso. Julgar a si mesmo é quase impossível; exige determinação, humildade e fortaleza.
Lemos na Bíblia: "Jeová é o nosso Juiz... ele mesmo nos salvará" (Isaías 33: 22). "Cessai de falar uns contra os outros, irmãos. Quem falar contra um irmão ou julgar seu irmão fala contra a lei e julga a lei. Ora, se tu julgas a lei, não és cumpridor da lei, mas juiz. Há um que é legislador e juiz, aquele que é capaz de salvar e de destruir. Mas tu, quem és tu para julgares o [teu] próximo?" (Tiago 4: 11, 12). Entretanto, o que continuamos a ver é: pessoas dizendo como tratar alguém que a mídia mostrou como suposto assaltante, estelionatário, estuprador, ladrão, homicida, traficante e praticante de outros delitos. Aí, sim, fazem um julgamento dizendo até que pena deveria ser imposta a tal pessoa. A mídia geralmente mostra o lado espetacular das coisas, e nós, os espectadores temos a mania de analisar e concluir de maneira pessoal, humana, imperfeita. Conclusões. Meras conclusões! Não devemos ser assim.
Ao observarmos atitudes e manifestos de outrem devemos sempre nos colocar mentalmente naquela situação e, antes de fazermos uma avaliação devemos lembrar do conselho da Palavra de Deus: 'Mas tu, quem és tu para julgares o teu próximo?'.
Que o grandioso, amoroso, digno e merecedor de toda a honra e glória Jeová, nosso Deus nos dê um dia abençoado, em paz e respeito em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                                          Joca Vitorino

Pensamento: "Nostalgia é o mesmo anseio
                     do rio que chega ao mar;
                     e sem saber de onde veio,
                     tem vontade de voltar."
                                        (Coelho Rangel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário