Google+ Followers

domingo, 14 de abril de 2013

Paciência

Imagem e texto de hoje: http://i48.tinypic.com/2vxqhlj.jpg

Um dia li uma piada que dizia: 'tudo na vida é passageiro, exceto o cobrador e o motorista'. E contei essa piada pra um cobrador dentro de um ônibus com lotação média. As pessoas riram muito e eu disse que tudo o que falamos dentro de um ônibus as pessoas prestam atenção. Provei isso quando falei com o cobrador: 'Viu como as pessoas no ônibus ficam atentos às conversas alheias? Por exemplo, estou aqui falando com você, mas alguns estão se esforçando pra ouvir sobre o que falamos.' E as pessoas tornaram a rir. Por que isso tem importância? Porque muitos já saem para o trabalho com pensamentos inquietantes, nervosos, agitados, e o ônibus não oferece conforto e pouca segurança nos dá. Então, devemos aproveitar esses momentos e falarmos de coisas que sejam para meditar, para divertir. As pessoas já tem problemas suficientes para ouvirem mais queixas. Às vezes é até bom ouvir os martírios de outrem só para percebermos que as situações que passamos são quase nada perante o que outros passam. Muitos falam de abordagens policiais bruscas, outros falam de situações de doenças que algum parente ou conhecido está sofrendo, mais outros falam de alguma tragédia ocorrida ou de assalto, mas a grande maioria só fala de coisas desagradáveis. É aí que entra o tema abordado aqui, a paciência. E não é como a outra piada onde diz que 'não sou médico, mas sou paciente'. A paciência é derivada de uma busca de si mesmo. Hoje, nos enervamos por tudo. O mínimo que ocorra já é motivo para nos desanimar, para nos deixar impacientes. O que fazer? Vejamos o que aconteceu quando Paulo, apóstolo de Cristo estava numa de suas pregações em Atenas. Ele ficou irritado, no seu íntimo quando observou que a cidade estava cheia de ídolos. E começou a raciocinar com judeus, com outras pessoas que adoravam a Deus e com os que estavam ali por acaso, assim como com certos dos filósofos epicureus e estóicos que disseram que ele parecia publicador de deidades estrangeiras. Ao que ele disse, em resposta: 'Homens de Atenas, eu observei que em todas as coisas pareceis mais dados ao temor das deidades do que os outros. Por exemplo, passeando e observando cuidadosamente os vossos objetos de veneração, encontrei também um altar em que tinha sido escrito: "A um Deus desconhecido". Portanto, aquilo a quem sem o saber dais devoção piedosa, isso é o que vos publico. O Deus que fez o mundo e todas as coisas nele, sendo, como Este é , Senhor do céu e da terra... por meio dele temos vida e nos movemos e existimos.' Percebemos aqui a paciência e autodomínio de Paulo, ao ser cercado por aquela multidão e ainda conseguir explanar um assunto de tamanha importância, num lugar tão diversificado espiritualmente falando. Depois, lemos na Bíblia também, em Filipenses 4: 6,7 que não devemos estar ansiosos de coisa alguma, mas devemos orar e suplicar, fazendo conhecer nossas petições a Deus, junto com agradecimento, e a paz de Deus, que excede todo pensamento, guardará nossos corações e as nossas faculdades mentais por meio de Cristo Jesus.
Ter paciência é a essência da civilização. De que adianta ser chamado humano e agir como ser selvagem?
Que o nosso soberano e maravilhoso Deus Jeová nos dê um bom dia em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                            Joca Vitorino

Pensamento: "Para todas as coisas tenho força em virtude daquele que me confere poder [Jeová]". Bíblia -Filipenses 4:13


Nenhum comentário:

Postar um comentário