Google+ Followers

sexta-feira, 1 de março de 2013

O quanto você vale.

Imagem e texto de hoje: http://i49.tinypic.com/2je1d90.jpg

Você sabe o tanto quanto se empenha em saber.
Gosta de ler? Gosta de escrever? O que você pretender fazer na sua vida, vai depender muito de saber ler e escrever. Pode ser que você seja um autodidata até, mas seria muito mais proveitoso o progresso do seu empreendimento se o interesse pela leitura e pela escrita fosse tanto quanto o interesse pelo seu trabalho.
Conheço muitas pessoas bem sucedidas que leem e escrevem muito pouco, mas esse é um tópico para um próximo Blog.
As pessoas qualificam as outras como elas parecem ser. Se você se veste bem, fala bem, se expressa cortesmente ou mesmo rudemente, mas na proporção da sua razão, você é considerado espetacular. Todos vão observá-lo mais a partir daquela pessoa que viu algo diferente em você, mas se você é encarado como uma pessoa comum, porque veste roupas comuns e fala sem melindres, algumas pessoas vão considerá-lo 'um qualquer'. Isso é confiar nas aparências.
Mas você vale muito mais do que parece ser. Você, com seu coração voltado para beneficiar e ajudar aos outros, com essa boa vontade de sair e trabalhar em prol de algum ente querido menos favorecido. Você que se importa mesmo em como certa pessoa vai dormir se está faltando algo a ela. Esse 'você' é o que Jeová moldou para ser o que 'planta' boas sementes. Esse você é o amigo que aparece nas horas mais improváveis e complexas. Esse você é o homem que queria ser exatamente servil, e conseguiu.
Em 1 Coríntios 10:9, lemos que não devemos por Jeová à prova, como alguns tem feito, para que não pereçamos pelo destruidor, completa o versículo 10.
Que o nosso honroso e sábio Deus Jeová nos dê um bom dia de olhar além do que os nossos olhos conseguem enxergar e nos permita estar atentos às pessoas e ajudá-las no que for possível, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                                         Joca Vitorino

Pensamento: "Deixamos nossas casas cansados de nós mesmos; a elas voltamos, cansados dos outros." (D'Yzarn Freissinet)


Nenhum comentário:

Postar um comentário