Google+ Followers

sábado, 5 de janeiro de 2013

Quando você não sabe o que fazer

Imagem e texto de hoje: http://i49.tinypic.com/k2qh3.jpg

É preocupante quando temos um assunto difícil para resolver. Mais difícil se torna quando o problema envolve um romance ou um familiar.
Quanto ao romance, o tempo cuida de resolver (Eclesiastes 3:1-8), mas quando se diz respeito à família, existem muitas 'saídas' principalmente quando se trata de jovens ou adolescentes.
No romance, a dor emocional é dura, ou fatídica até, mas você não criou o amor, ele foi desenvolvido a partir do relacionamento. No caso da família a dor é desesperadora porque você está ali cuidando, protegendo, 'regando', amando dia após dia; é como se estivesse construindo e quando estava próximo de finalizar, a casa ruiu. Que dor!
Num romance, a dor está por conta do quanto você se disponibilizou para aquela pessoa, e é quase egoísta da sua parte que a pessoa 'tenha que ficar com você'. Mas, relacionado novamente a família, você deixa de dormir, de estar em situação de outros aproveitamentos porque a família é mais importante, porque aquela pessoa depende exclusivamente de você, e então... o que fazer?
Aprendemos que se colocarmos Deus em primeiro lugar 'todas' as outras coisas nos serão acrescentadas (Mateus 6:33).  Se você realmente crer nisso, sua vida vai valer mais do que imaginou.
O que devemos fazer em nome de Deus? A resposta está em Isaías 12: 4,5. O que nos motiva a querer atuar no serviço sagrado é querer ser 'trabalhador da colheita de Deus' (Mateus 9:37,38). Isso alegra, ajuda, nos mantem mais achegados e nos torna seguidores capazes e fiéis.
Que o soberano Senhor Jeová, amoroso e misericordioso Pai nos dê um bom dia na paz de Jesus Cristo, nosso Senhor!

                                                                                       Joca Vitorino

Nenhum comentário:

Postar um comentário