Google+ Followers

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Filhos

Imagem e texto de hoje: http://i46.tinypic.com/2akfp6x.jpg

Os filhos crescem.
Tenho filhos. Alguns. Muitos, aliás.
Joice, Joab, Raíssa, Hosana, Joel, Dálete, Camila, Lucas, Letícia, Dâmaris, Libni, Edrei e Lisna.
Um dia amei tanto Joice e foi difícil ter que conviver em separado. Amei muito Joab e ensinei coisas que aprendi com ele mesmo e logo chegou Raíssa a quem me dediquei tanto que parecia que ia enlouquecer, então veio Hosana, como a rosa do Pequeno Príncipe, linda, vaidosa... e aí nasceu Joel, um amor na minha vida que até prometi que ia servir a Deus. Logo veio Dálete, uma filha tanto mais do que uma filha, uma pessoa que emana gentileza e carinho e após ela nasceu Camila, com seu jeito aparentemente rude, mas que ama como amamos. Em seguida, veio Lucas, um querido filho onde preferi a ele do que ter mais envolvimento com mulheres na minha vida. Depois nasceu Letícia e tivemos pouco convívio por mudança de cidade, por trabalho, mas que até hoje temos um relacionamento agradável e respeitoso, e veio Dâmaris, que, como o nome diz, é uma doçura, uma maravilha de pessoa e, fruto de bem querer, nasce Libni, misto de sério e brincalhão, e da mesma mãe nasce Edrei, garoto cativante, amigo mesmo e por fim, Lisna, a quem tenho dedicado as imagens no Blog e outras tarefas, uma garota com requintes de mocidade e ajudadora, que fala de Deus com responsabilidade e diz: "Papai, ninguém quer me levar pra ouvir a Palavra de Deus", colocando Deus como devíamos colocar, em primeiro lugar.
O que ocorre hoje é que alguns filhos, sem compreender bem esse lado, pensam que amo mais Lisna do que a eles. Não é isso. O que eles não perceberam ainda foi que cada um teve o seu tempo de ser mais acarinhado, amado, e 'xeretado' até do que os outros. Cada um teve o seu momento de ser privilegiado.
Eles esqueceram que foram bem menores e foram bem cuidados, bem amados, porque já passou o dia. O que quero deixar claro aqui é que meus filhos saibam que os amo muito e tanto, pois nenhum deles é fruto do acaso; eu os quis ter. Isso é AMOR. Isso é que precisa ser compreendido.
Tenho filhos como herança da parte de Deus.
Tenho filhos por querer isso pra minha vida.
Um dia uma filha minha disse que eu não era um pai presente e eu entendi, porque ela não sabe ser pai, nem é mãe, nem tem como, sendo tão jovem saber essas coisas. Mas sei que ela vai entender que um pai presente não é um pai negligente, que, por ser desocupado, tem mais tempo para os filhos. Um pai presente sou eu, que por todos eles me dediquei e ainda dedico e me preocupo. Eu, que passava horas sem dormir, para que um inseto não tocasse meus filhos, abanando-os, tocando-lhes o peito para ver se estavam respirando, passando noites acordados porque estiveram adoecidos, noites em hospitais, dias sem poder trabalhar para cuidar deles e da mãe em resguardo. Isso não é cobrança, viu filhos? Isso é só para que entendam que ser pai presente não é dizer a todo mundo 'aqui é o meu bebê', e depois: 'este aqui é meu filho'. Pai presente é o que desde a gestação até o dia de hoje vive os filhos, vive o amor que Deus permitiu ao seu coração de preferir tudo perder do que renunciar aos filhos. De deixar até um emprego mais apropriado porque teria mais tempo para olhar se os olhos do filho abririam. Isso, sim é ser pai. Esse é que é o presente de ser pai presente: um pai verdadeiro, amoroso, instrutor e dedicado como sempre fui.
Quando um filho for pai, quando uma filha for mãe aí sim, vai ter autoridade de dizer palavras sobre paternidade ou maternidade, que difere em muito do que tem escrito no dicionário ou do que se aprende na escola. Porque não existe escola de amor antes da família. E só sabe ser pai de verdade e mãe de verdade quem ama e não quem proclama palavras como se fizessem poesia, só para aparecer.
Em Colossenses 3:14 aprendi que devemos nos revestir de amor, pois é 'o perfeito vínculo de união'. Então, eu sei bem o que é filho, pai, mãe, amor e Deus, nesse crescendo assim como escrevi aí.
Agradeço ao maravilhoso e benigno Deus Jeová por mais um dia que nos é concedido, pela dádiva da vida e da família, pelas bençãos e em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                                                                                        Joca Vitorino

Pensamento: 'Perdoamos àqueles que nos aborrecem, mas não àqueles a quem aborrecemos'. (La Rochefoucauld).  

Nenhum comentário:

Postar um comentário