Google+ Followers

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Não demos motivos

Imagem do texto de hoje: http://i49.tinypic.com/70z8jo.jpg

Como não dar a outros motivos válidos para falar mal de você?
Como podemos ler em 1 Pedro 2:12, que os outros sempre nos vejam nos comportando bem. Isso é tão importante quanto abrangente. Quer ter certeza disso? Leia Efésios 4:29 e entenda porque devemos usar palavras edificantes, sempre. Isso nos faz manter a integridade e não sermos causa para tropeço (2 Coríntios 6:3). Principalmente quando ficamos atento às boas palavras de 'não sermos desencaminhados' e que 'associações que não são boas estragam hábitos úteis', conforme lemos em 1 Coríntios 15:33.
Sabe o que é bom de tudo isso? O que fica aprofundado no nosso coração. Um exemplo disso é que aprendi isso em Milagres, interior da Bahia, em fevereiro, numa reunião cristã. Ainda consigo lembrar e praticar essas coisas.
Que o nosso maravilhoso Deus Jeová nos conceda um maravilhoso dia na paz de Cristo!

                                                                                Joca Vitorino


Procurai a justiça. — Sof. 2:3.
Enquanto aguardamos o grande dia de Jeová, temos de persistir em buscar a Sua justiça. Demonstremos, portanto, amor genuíno pelos caminhos de retidão de Jeová Deus. Isso inclui manter firme no lugar a “couraça da justiça” para proteger o nosso coração figurativo. (Efé. 6:14) “Os olhos [de Jeová] percorrem toda a terra, para mostrar a sua força a favor daqueles cujo coração é pleno para com ele.” (2 Crô. 16:9) Quanto consolo nos dão essas palavras, ao fazermos o que é direito apesar da crescente instabilidade, violência e maldade neste mundo atribulado! É verdade que a nossa vida correta talvez intrigue as massas da humanidade afastada de Deus. Mas somos muito beneficiados de nos apegar à justiça de Jeová. (Isa. 48:17; 1 Ped. 4:4) Portanto, de coração pleno, estejamos decididos a sempre derivar alegria de amar e praticar a justiça de todo o coração. w11 15/2 3:18, 19

ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário