Google+ Followers

domingo, 26 de agosto de 2012

O que significa refugiar-se no nome de Deus?


O REAL MOTIVO
para se acreditar em Deus

O LIVRO coreano 31 Reasons Why Young People Leave the Church (31 Razões por que os Jovens Abandonam a Igreja) afirma que muitos deixam de ir à igreja por não obterem respostas satisfatórias às suas perguntas. Por exemplo, eles perguntam: ‘Por que os que crêem em Deus sofrem?’ e ‘Por que temos de aceitar tudo o que as igrejas ensinam, quando muitos dos ensinos são confusos e contraditórios?’
Desapontados com as respostas dadas pelos clérigos, muitos concluem que não há resposta na Bíblia. Quando um clérigo dá uma explicação baseada apenas na sua opinião pessoal, isso muitas vezes resulta em divergências e até mesmo em se rejeitar a Deus e a Bíblia.
Isso se deu com Abel, criado como luterano na África do Sul. Ele se lembra: “A igreja ensina que todos os que morrem são ‘levados’ por Deus. Mas eu não conseguia entender por que um Deus de amor ‘levaria’ os pais, tirando-os dos filhos. Na África rural, onde me criei, nós não matávamos uma galinha até que os seus pintinhos tivessem crescido. Quando descobríamos que uma vaca estava prenhe, adiávamos o abate dela até que a sua cria fosse desmamada. Eu não conseguia compreender por que um Deus amoroso não tinha a mesma consideração para com os seres humanos.”
Aram, um canadense, tinha dúvidas similares. “Quando eu tinha 13 anos de idade, meu pai faleceu”, conta ele. “No serviço fúnebre, um sacerdote de destaque explicou que Deus queria que meu pai falecesse para ficar mais perto Dele no céu. ‘Deus leva embora os bons’, disse ele, ‘porque ama os justos’. Eu não entendia como Deus podia ser tão egoísta.”
Com o tempo, tanto Abel como Aram entraram em contato com as Testemunhas de Jeová, estudaram a Bíblia com elas e, por fim, encontraram as respostas que queriam. Passaram a amar a Deus e a ter uma forte fé nele. Depois, dedicaram a sua vida a Jeová e se tornaram seus servos leais.

O conhecimento exato é a chave para se acreditar em Deus

O que podemos aprender dessas experiências? Elas nos mostram que, para se crer em Deus, é essencial obter da Bíblia um conhecimento exato. O apóstolo Paulo disse aos cristãos na antiga cidade de Filipos: “Isto é o que continuo a orar: que o vosso amor abunde ainda mais e mais com conhecimento exato e pleno discernimento.” (Filipenses 1:9) Paulo relacionou aqui o amor a Deus e aos concrentes com o conhecimento exato de Deus e o discernimento de sua vontade.
Isso é razoável, visto que o primeiro requisito para se confiar em alguém é conhecê-lo — quanto mais e melhor o conhecermos, maior será nossa confiança. De modo similar, você precisa ter conhecimento exato para ser motivado a crer em Deus. “A fé é a expectativa certa de coisas esperadas, a demonstração evidente de realidades, embora não observadas”, disse Paulo. (Hebreus 11:1) Acreditar em Deus sem conhecimento exato da Bíblia é como um castelo de cartas. Basta um sopro para fazê-lo desmoronar.
Estudar a Bíblia pode ajudá-lo a encontrar respostas a perguntas tais como aquela que por muito tempo deixou Abel e Aram intrigados. Por que as pessoas morrem? A Bíblia explica que “por intermédio de um só homem entrou o pecado no mundo, e a morte por intermédio do pecado, e assim a morte se espalhou a todos os homens, porque todos tinham pecado”. (Romanos 5:12) Os humanos envelhecem e morrem, não porque Deus os leva para ficarem com ele, mas porque Adão pecou. (Gênesis 2:16, 173:617-19) Além disso, a Bíblia revela a verdadeira esperança que Jeová Deus oferece. Por meio do seu Filho, Jesus Cristo, ele oferece à humanidade pecaminosa a esperança duma ressurreição. — João 5:28, 29Atos 24:15.
A fim de entendermos a verdade sobre a ressurreição, o registro bíblico contém diversos exemplos de pessoas que Jesus fez reviver. (Lucas 7:11-178:40-56João 11:17-45) Ao ler esses relatos bíblicos, atente para a alegria e o contentamento dos amigos e da família dos ressuscitados. Note também que eles se sentiram induzidos a louvar a Deus e a ter fé em Jesus.
O conhecimento exato sobre Deus e seus propósitos pode ter hoje o mesmo efeito sobre as pessoas. Anteriormente, muitas delas se sentiam confusas, oprimidas e mesmo perplexas por causa de questões importantes para as quais não conseguiam encontrar respostas satisfatórias. Mas, ao estudarem a Bíblia, encontraram as respostas, e isso mudou completamente a sua vida.

O amor a Deus é o motivo principal paraservi-lo

Embora o conhecimento exato seja essencial para se ter fé em Deus, é preciso mais para motivar alguém a obedecer-lhe e servi-lo. Quando se perguntou a Jesus qual era o maior mandamento de Deus, ele disse: “Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de toda a tua mente, e de toda a tua força.” (Marcos 12:30) Quem ama a Deus assim como Jesus indicou, desejará de coração obedecer-Lhe e servi-Lo. Dá-se isso com você?
Rachel, que serviu como missionária por várias décadas na Coréia, apresenta o seguinte motivo para a sua fé: “Penso na generosidade de Jeová para com as suas criaturas, no seu perdão ao lidar com o seu povo, bem como no seu desejo de nos beneficiar deixando-nos saber o que ele quer de nós. Tudo isso aumenta meu amor a Deus. E esse amor me faz querer servi-lo.”
Martha, uma viúva na Alemanha, serve a Jeová por 48 anos. Ela diz: “Por que sirvo a Jeová? Porque o amo. Toda noite falo a Jeová em oração e digo-lhe como sou profundamente grata por todas as suas bênçãos, especialmente pelo sacrifício resgatador.”
Sim, o amor a Deus faz com que queiramos servi-lo de todo o coração. Mas como é possível desenvolver tal amor? O estímulo mais forte para se cultivar o amor a Deus é o profundo apreço pelo amor que ele nos demonstrou. Note este animador lembrete da Bíblia: “Quem não amar, não chegou a conhecer a Deus, porque Deus é amor. Por meio disso é que se manifestou o amor de Deus em nosso caso, porque Deus enviou o seu Filho unigênito ao mundo, para que ganhássemos a vida por intermédio dele. O amor é neste sentido, não que nós tenhamos amado a Deus, mas que ele nos amou e enviou seu Filho como sacrifício propiciatório pelos nossos pecados.” — 1 João 4:8-10.
Reconhece como é grande esse amor? Imagine que se estivesse afogando num rio de águas agitadas e um homem arriscasse a vida para salvá-lo. Será que se esqueceria dele, ou lhe ficaria extremamente grato? Não estaria disposto a fazer tudo o que pudesse para essa pessoa? O amor mostrado por Deus ao prover seu Filho, Jesus Cristo, como sacrifício resgatador é incomparavelmente maior. (João 3:16Romanos 8:38, 39) Quando o amor de Deus toca o seu íntimo, você se sente motivado a amá-lo e a servi-lo de todo o coração.

Bênçãos agora e no futuro

Embora o amor a Deus deva ser o principal motivo de fazermos a sua vontade, é animador saber que Deus recompensa os que o servem. O apóstolo Paulo salientou o seguinte: “Sem fé é impossível agradar-lhe bem, pois aquele que se aproxima de Deus tem de crer que ele existe e que se torna o recompensador dos que seriamente o buscam.” — Hebreus 11:6.
Os que amam a Deus e lhe obedecem são realmente abençoados por ele. Muitos têm saúde melhor por acatarem princípios bíblicos. (Provérbios 23:20, 21;2 Coríntios 7:1) Os que aplicam os princípios referentes à honestidade e à diligência em geral têm a confiança dos seus patrões e por isso gozam de mais segurança econômica. (Colossenses 3:23) Os servos de Deus, por confiarem em Jeová, são abençoados com paz mental, mesmo em circunstâncias provadoras. (Provérbios 28:25;Filipenses 4:6, 7) Acima de tudo, aguardam confiantemente a bênção da vida eterna no vindouro Paraíso terrestre. — Salmo 37:1129.
Como se sentem a respeito de Jeová os que recebem dele tais bênçãos? Jacqueline, uma cristã no Canadá, expressou seu apreço por Deus: “Ele sempre nos dá maravilhosas dádivas, e nos dá a esperança de vida eterna.” Abel, já mencionado, descreve seus sentimentos do seguinte modo: “A perspectiva de viver para sempre numa Terra paradísica foi novidade para mim, mas agora espero por isso. No entanto, mesmo que não houvesse Paraíso, ainda me daria prazer mostrar meu amor a Deus por servi-lo.”

Você também pode ter verdadeira fé

“Jeová dos exércitos está julgando com justiça; ele examina os rins e o coração”, diz a Bíblia. (Jeremias 11:20) Jeová realmente examina o que há no mais íntimo do nosso ser. Cada um deve examinar por que crê em Deus. Crenças e conceitos errôneos sobre Deus podem ter contribuído no passado para ações erradas. Mas o conhecimento exato da Bíblia pode levar a um relacionamento correto com o Criador, Jeová Deus. —1 Timóteo 2:3, 4.
As Testemunhas de Jeová, por meio do arranjo de estudos bíblicos domiciliares gratuitos, ajudam pessoas a obter um conhecimento exato sobre Deus. (Mateus 28:20) Muitos dos que aceitaram tal ajuda passaram a amar a Deus e a ter genuína fé nele. Por meio do estudo da Bíblia, obtiveram “sabedoria prática e o raciocínio”, que os ajudaram a ‘andar em segurança’ nestes dias perigosos. (Provérbios 3:21-23) Acima de tudo, eles têm agora uma esperança “tanto segura como firme” quanto ao futuro. (Hebreus 6:19) Você também pode ter verdadeira fé e receber essas bênçãos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário