Google+ Followers

sábado, 25 de agosto de 2012

Não desvie do que aprendeu


Devemos viver
apenas para o dia de hoje?

“NUNCA penso no futuro. De qualquer maneira ele chegará.” Essas muito citadas palavras são atribuídas ao famoso cientista Albert Einstein. Muitos expressam idéias similares. “Por que se preocupar com o futuro?”, talvez digam. Ou é possível que já tenha ouvido pessoas dizerem: “Deixa a vida te levar”, “Pense só no dia de hoje”, “Esqueça o amanhã”, ou algo assim.
Naturalmente, essa atitude geral não é novidade. “Coma, beba, divirta-se. O resto não interessa”. Esse era o lema dos antigos epicureus. Algumas pessoas nos dias do apóstolo Paulo tinham um conceito similar. “Comamos e bebamos, pois amanhã morreremos”, diziam. (1 Coríntios 15:32) Acreditavam que esta vida curta é tudo o que temos, de modo que promoviam a idéia de que devemos aproveitá-la ao máximo.
“NÃO vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã”, disse Jesus Cristo num famoso discurso na encosta de um monte na Galiléia. Segundo a tradução Almeida, revista e corrigida, Jesus continuou: “O dia de amanhã cuidará de si mesmo.” — Mateus 6:34.
O que você acha que significa a expressão “o dia de amanhã cuidará de si mesmo”? Será que sugere que devemos viver apenas para o dia de hoje e ignorar o amanhã? Era realmente nisso que Jesus e seus seguidores acreditavam?
Leia na íntegra as palavras de Jesus em Mateus 6:25-32, onde ele disse, em parte: “Parai de estar ansiosos pelas vossas almas, quanto a que haveis de comer ou quanto a que haveis de beber, ou pelos vossos corpos, quanto a que haveis de vestir. . . . Observai atentamente as aves do céu, porque elas não semeiam nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celestial as alimenta. . . . Quem de vós, por estar ansioso, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida? Também no assunto do vestuário, por que estais ansiosos? Aprendei uma lição dos lírios do campo, como eles crescem; não labutam nem fiam . . . Portanto, nunca estejais ansiosos, dizendo: ‘Que havemos de comer?’ ou: ‘Que havemos de beber?’ ou: ‘Que havemos de vestir?’ Porque todas estas são as coisas pelas quais se empenham avidamente as nações. Pois o vosso Pai celestial sabe que necessitais de todas essas coisas.”
Jesus concluiu essa parte do discurso com duas exortações. A primeira: “Persisti, pois, em buscar primeiro o reino [de Deus] e a Sua justiça, e todas estas outras coisas vos serão acrescentadas.” A segunda: “Nunca estejais ansiosos quanto ao dia seguinte, pois o dia seguinte terá as suas próprias ansiedades. Basta a cada dia o seu próprio mal.” — Mateus 6:33, 34.

Não cometa o mesmo erro do homem da parábola de Jesus. Descubra o que Deus tem em reserva para o amanhã e faça sua vida girar em torno disso. Deus não deixou os humanos sem noção do que ele fará. “O Soberano Senhor Jeová”, escreveu o antigo profeta Amós, “não fará coisa alguma sem ter revelado seu assunto confidencial aos seus servos, os profetas”. (Amós 3:7) As revelações de Jeová feitas por meio de seus profetas se acham na Sua Palavra inspirada, a Bíblia. — 2 Timóteo 3:16, 17.
Uma das revelações da Bíblia diz respeito ao que acontecerá no futuro próximo, algo que afetará a Terra inteira numa escala sem precedentes. Jesus disse: “Haverá grande tribulação, tal como nunca ocorreu desde o princípio do mundo até agora.” (Mateus 24:21) Nenhum ser humano pode impedir esse acontecimento. De fato, não há razão para os adoradores verdadeiros quererem impedi-lo. Por quê? Porque tal acontecimento removerá da Terra todo o mal, abrindo caminho para “um novo céu e uma nova terra”, ou seja, um novo governo celestial e uma nova sociedade terrestre. Nesse novo mundo, Deus “enxugará dos [olhos das pessoas] toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor”. — Revelação (Apocalipse) 21:1-4.
Assim sendo, não acha que vale a pena tirar tempo para examinar o que a Bíblia diz sobre esse futuro?

Publicado em A Sentinela  de 15 de outubro de 2007




ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário