Google+ Followers

domingo, 12 de agosto de 2012

Como fazer boas escolhas?


Um governante rico faz uma má escolha



O JOVEM governante rico era honesto, obediente à lei e religioso. Aproximando-se de Jesus, ajoelhou-se e perguntou: “Bom Instrutor, que tenho de fazer para herdar a vida eterna?”
Em resposta, Jesus indicou que para ganhar a vida ele precisava obedecer aos mandamentos de Deus. Quando o homem lhe pediu que fosse mais específico, Jesus disse: “Não deves assassinar, não deves cometer adultério, não deves furtar, não deves dar falso testemunho, honra teu pai e tua mãe, e, tens de amar o teu próximo como a ti mesmo.” Esses eram mandamentos básicos da lei dada a Moisés. Então o homem disse: “Tenho guardado a todos estes; que me falta ainda?” — Mateus 19:16-20.
Jesus “sentiu amor por ele” e disse: “Uma coisa falta a respeito de ti: Vai, vende o que tiveres e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu, e vem ser meu seguidor.” — Marcos 10:17-21.
O jovem governante tinha agora diante de si uma séria decisão a tomar. O que faria? Estaria disposto a abrir mão das riquezas materiais e tornar-se um seguidor de Jesus ou se apegaria aos seus bens? Será que buscaria tesouros na terra ou se empenharia para obter tesouros no céu? Sem dúvida, deve ter sido uma decisão difícil para ele. Visto que obedecia à Lei e queria saber o que mais podia fazer para ganhar o favor de Deus, fica claro que ele estava interessado em valores espirituais. Que decisão tomou? Ele “se afastou contristado, pois tinha muitas propriedades”. — Marcos 10:22.
A decisão do jovem governante não foi sábia. Se ele tivesse se tornado um seguidor fiel de Jesus, poderia ter recebido o que procurava — a vida eterna. O relato bíblico não revela o que aconteceu a esse jovem. Mas sabemos que, cerca de quatro décadas mais tarde, os exércitos romanos destruíram Jerusalém e grande parte da Judéia. Muitos judeus perderam as riquezas e a própria vida.
Diferentemente do jovem governante, o apóstolo Pedro e outros discípulos fizeram uma boa escolha. ‘Abandonaram todas as coisas’ e seguiram a Jesus. Essa decisão os beneficiou muito. Jesus lhes disse que receberiam muitas vezes mais do que haviam deixado para trás. Além disso, herdariam a vida eterna. Eles não se lamentariam mais tarde dessa decisão. — Mateus 19:27-29.
Todos nós temos de tomar decisões na vida — algumas menores, outras maiores.

Publicado em A Sentinela  de 1.° de outubro de 2007



ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS


Nenhum comentário:

Postar um comentário