Google+ Followers

sexta-feira, 27 de julho de 2012

O que faz um casamento durar?


“Vieram ter com [Jesus] fariseus, decididos a tentá-lo, e disseram: ‘É lícito que um homem se divorcie de sua esposa por qualquer motivo?’” — Mateus 19:3.
NOS dias de Jesus alguns questionavam se os casamentos poderiam ou deveriam durar. Jesus disse-lhes: “Não lestes que aquele que os criou desde o princípio os fez macho e fêmea, e disse: ‘Por esta razão deixará o homem seu pai e sua mãe, e se apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne’? De modo que não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus pôs sob o mesmo jugo, não o separe o homem.”* (Mateus 19:4-6) Esse texto mostra claramente que Deus queria que os casamentos durassem.
Em muitos países hoje, uns 40% ou mais dos casais se separam e acabam se divorciando. Será que osconselhos da Bíblia sobre casamento simplesmente não funcionam mais? Será que os casamentos não dão certo porque o casamento como instituição é deficiente?
Pense nesta ilustração: Dois casais compram o mesmo modelo de carro. Um deles cuida bem do seu veículo e dirige com cuidado. O carro não quebra. O outro casal não gasta tempo nem se esforça para manter o veículo em boas condições, e dirige de forma imprudente. Esse carro acaba quebrando e o casal se desfaz dele. No segundo caso, de quem é a culpa: do carro ou dos proprietários? É claro que grande parte da culpa é dos proprietários.
De maneira similar, o fato de que muitos casamentos fracassam não significa que a instituição do casamento tenha algum defeito. Prova disso são os milhões de casamentos que dão certo. Esses casamentos contribuem para a felicidade e estabilidade de pessoas, famílias e comunidades. Mas assim como um carro, para que o casamento dure é preciso cuidar bem dele e fazer manutenção regular.
Não importa se você está casado há dias ou décadas, os conselhos da Bíblia sobre como manter e fortalecer o casamento realmente funcionam. 

Publicado em A Sentinela  de 1º de fevereiro de 2011




ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário