Google+ Followers

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Veja a recompensa pelo seu trabalho árduo




Sou um fracasso?


“Eu achava que uma amiga minha era melhor do que eu em tudo. As coisas sempre davam certo para ela — parecia que não precisava fazer nenhum esforço! Eu me perguntava: ‘O que há de errado comigo?’ Às vezes sou meu pior inimigo.” — Anete. *
VOCÊ tem medo de novos desafios porque se sente despreparado? Os comentários bem-intencionados de pessoas que você respeita às vezes diminuem sua autoconfiança? Você fica desanimado por causa de erros passados, e isso o impede de tentar de novo? Se esse for o seu caso, como pode aceitar suas falhas — reais ou imaginárias?
Você só tem a ganhar por descobrir a resposta à última pergunta, pois, mais cedo ou mais tarde, todo mundo falha em algo. (Romanos 3:23) Mas aqueles que conseguem lidar com as falhas não se dão por vencidos. Essas pessoas têm um conceito equilibrado sobre seus erros, levantam-se após a queda e tentam de novo. E, da próxima vez que tentarem, têm mais chance de conseguirem. Então, vejamos como você pode lidar com três desafios: possíveis falhas, falhas imaginárias e falhas reais.

POSSÍVEIS FALHAS → O QUE PODERIA ACONTECER

Você imagina o pior e por isso tem medo de tentar, achando que suas chances de conseguir são mínimas.
Identifique o desafio. Coloque um ✔ na tarefa que você gostaria de conseguir realizar, mas tem certeza de que vai falhar se tentar.
  • Defender suas crenças na escola
  • Tentar conseguir um emprego
  • Falar em público
  • Praticar um esporte
  • Cantar ou tocar um instrumento musical
  • Outra opção ․․․․․
Pense bem. Agora que escolheu a tarefa, imagine os possíveis resultados ao responder às seguintes perguntas:
‘O que eu gostaria que acontecesse?’
․․․․․
‘Do que eu tenho medo que aconteça?’
․․․․․
Agora escreva um motivo para tentar realizar a tarefa, mesmo correndo o risco de falhar.
․․․․․
Exemplo bíblico. Quando Jeová Deus ordenou que Moisés conduzisse a nação de Israel, sua primeira reação foi pensar no que poderia dar errado. Ele disse a Deus: “Mas os israelitas não vão acreditar em mim.” Daí começou a se concentrar nos seus defeitos. “Eu nunca tive facilidade para falar”, argumentou ele. “Quando começo a falar, eu sempre me atrapalho.” Mesmo depois de Jeová prometer que o ajudaria, Moisés suplicou: “Por favor, manda outra pessoa.” (Êxodo 4:1, 10, 13Bíblia na Linguagem de Hoje) Moisés finalmente aceitou sua designação, e sabemos bem o que aconteceu. Ele seguiu as orientações de Deus e conduziu o povo de Israel por 40 anos.
O que você pode fazer. O Rei Salomão escreveu: “Tudo o que a tua mão achar para fazer, faze-o com o próprio poder que tens.” (Eclesiastes 9:10) Assim, em vez de ficar paralisado por medo de errar, dê o seu melhor. Consegue se lembrar de uma ocasião em que se saiu melhor do que imaginava? Que lição aprendeu sobre si mesmo? Como essa lição pode ajudá-lo a superar o medo de falhar que você talvez tenha?
Dica: Se necessário, peça sugestões a seus pais ou a um amigo maduro que pode ajudá-lo a aumentar sua autoestima. *

FALHAS IMAGINÁRIAS → O QUE VOCÊ ACHA QUE ACONTECEU

Quando outra pessoa consegue realizar alguma tarefa, você se acha um fracasso ao se comparar com ela.
Identifique o desafio. Com quem você está se comparando, e o que ele fez que deixou você achando que é um fracasso?
․․․․․
Pense bem. Só porque a outra pessoa conseguiu realizar algo significa mesmo que você falhou? Escreva abaixo uma situação recente, como uma prova na escola, em que você se saiu bem, mas alguém se saiu melhor.
․․․․․
Agora escreva por que valeu a pena tentar realizar a tarefa.
․․․․․․
Exemplo bíblico. Caim teve muita raiva quando ficou evidente que Jeová olhava com favor para seu irmão Abel. Jeová alertou Caim sobre seu ciúme. Ao mesmo tempo, expressou confiança de que Caim podia ter Sua  aprovação, se quisesse. Jeová lhe disse: “Se te voltares para fazer o bem, não haverá enaltecimento?” * — Gênesis 4:6, 7.
O que você pode fazer. Em vez de ficar “atiçando competição” — mesmo que seja apenas em sua mente —, reconheça as realizações dos outros. (Gálatas 5:26;Romanos 12:15) Ao mesmo tempo, sem se tornar orgulhoso, reconheça suas habilidades. A Bíblia diz: “Prove cada um quais são as suas próprias obras, e então terá causa para exultação, apenas com respeito a si próprio.”— Gálatas 6:4.

FALHAS REAIS → O QUE ACONTECEU

Você pensa num fracasso do passado e acha que não vale a pena tentar de novo.
Identifique o desafio. Que tipo de falha deixa você mais desanimado?
․․․․․
Esportista caído
Após cair, o importante é se levantar — mesmo com ajuda, se necessário
Pense bem. Será que esse tipo de falha define quem você realmente é? Por exemplo, se você cedeu a uma fraqueza, será que isso quer dizer que você é um caso perdido? Ou é apenas um alerta de que precisa de ajuda? Quando está praticando um esporte e cai, você provavelmente aceita ajuda para se levantar e voltar para o jogo. Por que não age da mesma forma quando cometer erros? Escreva abaixo o nome de uma pessoa a quem você poderia falar sobre seu problema. *
․․․․․
Exemplo bíblico. Às vezes, o apóstolo Paulo se sentia desanimado por causa de suas fraquezas. “Homem miserável que eu sou”, escreveu ele. (Romanos 7:24) Mas sem dúvida Paulo se dava conta de que suas imperfeições não definiam quem ele era. Ele escreveu: “Tenho travado a luta excelente, tenho corrido até o fim da carreira, tenho observado a fé.” — 2 Timóteo 4:7.
O que você pode fazer. Em vez de se concentrar apenas nas suas falhas, pense também nos seus pontos fortes. Jeová com certeza faz isso. A Bíblia declara: “Deus não é injusto, para se esquecer de vossa obra e do amor que mostrastes ao seu nome.” — Hebreus 6:10; Salmo 110:3.
Lembre-se: Ninguém é perfeito. Todo mundo falha em algo, às vezes. Aprender a se levantar depois de uma falha o ajudará na vida adulta. Provérbios 24:16 diz: “O justo talvez caia até mesmo sete vezes, e ele se há de levantar.” Esse é o tipo de pessoa que você quer ser, não é mesmo?

 Copyright © 2012 Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania, Inc. All rights reserved.

ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário