Google+ Followers

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Você confia MESMO em Deus?


Manter o compromisso com o seu casamento

Acha que o relacionamento entre você e o seu cônjuge enfraqueceu com o passar dos anos? Gostaria de reverter essa situação? Se esse for o caso, você precisa saber as respostas a estas três perguntas: O que significa estar comprometido com o seu casamento? Que desafios podem minar esse compromisso? E o que você pode fazer para fortalecer o compromisso com o seu cônjuge?

O que é compromisso?

O que você acha que significa estar comprometido com o casamento? Muitos diriam que esse compromisso se origina de um senso de obrigação. Por exemplo, duas pessoas talvez decidam manter o compromisso com o casamento por causa dos filhos ou do dever que têm para com Deus, o Originador do casamento. (Gênesis 2:22-24) Com certeza, esses motivos são elogiáveis e ajudam o casamento a sobreviver a tempos difíceis. No entanto, para serem felizes, os casais precisam ter mais do que apenas um senso de obrigação um para com o outro.
A intenção de Jeová Deus era que o casamento proporcionasse grande alegria e contentamento aos casais. Ele queria que o homem se ‘alegrasse com sua esposa’ e que a mulher amasse seu marido e sentisse que ele a ama como ama seu próprio corpo. (Provérbios 5:18;Efésios 5:28) Para criar esse tipo de relacionamento, o casal precisa aprender a confiar um no outro. É importante também que eles desenvolvam uma amizade para toda a vida. Quando um homem e uma mulher conquistam a confiança um do outro e fazem de tudo para ser bons amigos, o compromisso com o casamento aumenta. Eles formam um vínculo que a Bíblia descreve como tão íntimo que é como se duas pessoas se tornassem “uma só carne”. — Mateus 19:5.
Portanto, o compromisso pode ser comparado à argamassa que mantém juntos os tijolos de uma casa resistente. Argamassa é a combinação de vários componentes, incluindo areia, cimento e água. Similarmente, o compromisso é formado pela combinação de fatores como dever, confiança e amizade. O que pode enfraquecer esse vínculo?

Quais são os desafios?

Compromisso envolve esforço e abnegação. É preciso que você esteja disposto a abrir mão de suas próprias preferências para agradar seu cônjuge. No entanto, a idéia de fazer o gosto da outra pessoa — de dar de si sem perguntar ‘o que eu ganho com isso’ — se tornou impopular para muitos e até mesmo desagradável para alguns. Mas pergunte-se: ‘Quantas pessoas egoístas que eu conheço têm um casamento feliz?’ Provavelmente a resposta é: poucas, se é que alguma. Por quê? É provável que uma pessoa egoísta não permaneça comprometida com o seu casamento quando se exige dela algum sacrifício pessoal, especialmente quando não vê nenhuma vantagem imediata nas pequenas concessões que faz. Sem compromisso, o relacionamento enfraquece, não importa se os sentimentos eram bem fortes quando o casal se apaixonou.
A Bíblia reconhece de maneira realística que o casamento envolve esforço. Ela diz que “o homem casado está ansioso das coisas do mundo, de como pode ganhar a aprovação de sua esposa”, e que “a mulher casada está ansiosa das coisas do mundo, de como pode ganhar a aprovação de seu marido”. (1 Coríntios 7:33, 34) Infelizmente, até mesmo maridos e esposas que em geral são altruístas nem sempre reconhecem as preocupações um do outro ou dão valor aos sacrifícios feitos pelo cônjuge. Quando o marido e a esposa deixam de mostrar apreço mútuo, é bem provável que seu casamento lhes cause ainda mais ‘tribulação na carne’. — 1 Coríntios 7:28.
Para que seu casamento sobreviva a tempos difíceis e se fortaleça em tempos bons, você precisa encarar seu relacionamento como algo permanente. Como você pode desenvolver esse ponto de vista, e como pode incentivar seu cônjuge a continuar comprometido com você?

Como fortalecer o compromisso

Um fator-chave é aplicar humildemente o conselho da Palavra de Deus, a Bíblia. Você e seu cônjuge vão “tirar proveito” se fizerem isso. (Isaías 48:17) Veja apenas duas medidas práticas que você pode tomar.
1. Dê prioridade ao seu casamento. ‘Certifiquem-se das coisas mais importantes’, escreveu o apóstolo Paulo. (Filipenses 1:10) Aos olhos de Deus, o modo como o marido e a esposa se tratam é muito importante. O homem que honra sua esposa será honrado por Deus. E a mulher que respeita seu marido “é de grande valor aos olhos de Deus”. — 1 Pedro 3:1-47.
Reserve tempo para o seu cônjuge
Casal feliz
Que importância você dá ao seu casamento? Em geral, quanto mais importante é um empreendimento, mais tempo você gasta nele. Pergunte-se: ‘No mês passado, quanto tempo reservei apenas para ficar com meu cônjuge? Que coisas específicas eu fiz para mostrar ao meu cônjuge que ainda somos bons amigos?’ Se você investiu pouco tempo para manter seu casamento ou não investiu nenhum, seu cônjuge talvez ache difícil acreditar que você está comprometido com o relacionamento.
Seu cônjuge acha que você está comprometido com o seu casamento? Como você pode descobrir isso?

2. Evite todo tipo de infidelidade. Jesus Cristo disse: “Todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela.” (Mateus 5:28) Quando uma pessoa tem relações sexuais fora do casamento, ela dá um golpe devastador nessa união, um golpe que a Bíblia diz ser base para o divórcio. (Mateus 5:32) No entanto, as palavras de Jesus citadas acima mostram que o desejo errado pode existir no coração muito antes de a pessoa realmente se envolver no ato físico de adultério. Nutrir esse desejo errado já é em si mesmo uma forma de traição.
Para manter o compromisso com o seu casamento, faça um voto solene de não ver pornografia. Apesar do que muitos talvez digam, a pornografia é um veneno para o casamento. Note como uma esposa expressa seus sentimentos sobre o hábito que seu marido tem de ver pornografia: “Meu marido diz que ver pornografia dá sabor ao nosso relacionamento. Mas a única coisa que isso faz é eu me sentir inútil, incapaz de satisfazê-lo plenamente. Quando ele fica vendo essas coisas, eu choro até pegar no sono.” Você diria que esse homem está fortalecendo ou está prejudicando seu compromisso com o casamento? Acha que ele está tornando mais fácil para a esposa continuar comprometida com o seu casamento? Será que ele a está tratando como sua melhor amiga?
O fiel Jó mostrou que estava comprometido com o seu casamento e com seu Deus por fazer ‘um pacto com os seus olhos’. Ele estava decidido a não ‘se mostrar atento a uma virgem’. (Jó 31:1) Como você pode imitá-lo?
Além de evitar a pornografia, você não pode deixar que seu coração desenvolva uma atração imprópria por alguém do sexo oposto. É verdade que muitos acham que flertar não faz nenhum mal ao casamento. Mas a Palavra de Deus nos alerta: “O coração é mais traiçoeiro do que qualquer outra coisa e está desesperado. Quem o pode conhecer?” (Jeremias 17:9) Será que seu coração engana você? Pergunte-se: ‘A quem dou mais atenção — à pessoa com quem me casei ou a outra pessoa do sexo oposto? Para quem conto boas notícias primeiro — para meu cônjuge ou para outra pessoa? Se meu cônjuge pedisse que eu não tivesse muito contato com uma determinada pessoa do sexo oposto, como eu reagiria? Ficaria ressentido ou atenderia de bom grado o seu pedido?’

Tome a iniciativa

Miguel e Maria, citados no início, decidiram pedir conselhos sobre como resolver seus problemas. É claro que pedir conselhos é apenas o primeiro passo. Mas por estarem dispostos a enfrentar seus problemas e a procurar ajuda, Miguel e Maria deixaram bem claro que estão comprometidos com o seu casamento, que estão dispostos a se esforçar para que ele dê certo.
Quer seu casamento seja estável, quer esteja passando por problemas, seu cônjuge precisa saber que você está comprometido a fazer com que seu casamento seja feliz. Tome qualquer medida que for necessária para convencê-lo desse fato. Você está disposto a fazer isso?



Publicado em A Sentinela  de 1.º de novembro de 2008



ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário