Google+ Followers

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Louvar a Deus pra que?


Deus pune as pessoas no inferno?

AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ gostam de conversar sobre a Bíblia com as pessoas. Você gostaria de saber mais a respeito de algum assunto bíblico? Existe alguma crença ou costume religioso das Testemunhas de Jeová que o deixa intrigado? Em caso afirmativo, fique à vontade para falar sobre isso na próxima vez que encontrá-las. Elas terão prazer em conversar com você sobre esses assuntos.
Leia a seguir uma típica conversa que uma Testemunha de Jeová pode ter com um morador. Imaginemos que Maurício bateu na casa de um homem chamado Alexandre.

Deus vai punir as pessoas más?

Maurício: É um prazer falar com você novamente, Alexandre.
Alexandre: O prazer é meu.
Maurício: Eu andei pensando em algo que você disse na última vez que estive aqui.
Alexandre: O quê?
Maurício: Você disse que ficou surpreso de saber que as Testemunhas de Jeová não acreditam no inferno.
Alexandre: É verdade, eu fiquei mesmo surpreso. E para ser sincero não consigo aceitar que vocês não acreditam no inferno.
Maurício: Obrigado pela sua sinceridade. Sempre gosto de saber a opinião dos outros. Mas, já que existem várias opiniões sobre esse assunto, o que você acha que é o inferno?
Alexandre: Bem, sempre acreditei que as pessoas muito más vão para o inferno quando morrem e são atormentadas para sempre. 
Maurício: É, muita gente pensa assim. Deixe-me fazer uma pergunta, Alexandre: Já aconteceu alguma coisa muito ruim em sua vida?
Alexandre: Sim. Minha irmã foi assassinada cinco anos atrás.
Maurício: Que horrível! Lamento muito. Você deve sentir bastante saudade dela.
Alexandre: Sinto, sim. Lembro dela todo dia.
Maurício: Já percebi que alguns têm convicções muito fortes sobre o inferno porque foram prejudicados pelas ações de pessoas más. Afinal, quem sofre por causa da maldade quer que os maus paguem pelos seus atos, não é verdade?
Alexandre: Isso mesmo! Eu quero que o culpado pela morte da minha irmã pague pelo que fez à nossa família.
Maurício: É normal se sentir assim. A Bíblia ensina que Deus também fica indignado quando pessoas inocentes sofrem. E ele promete punir os maus. Veja o que diz Isaías 3:11: “Ai do iníquo! — Calamidade; pois o tratamento dispensado pelas suas próprias mãos será dispensado a ele!” Viu? Podemos ter certeza de que Deus vai punir as pessoas más.
 Alexandre: Mas como isso vai acontecer se, como você diz, não existe inferno?
Maurício: Essa é uma boa pergunta. Indo direto ao ponto, a resposta é que Deus pune os maus com a destruição eterna. Veja o que a Bíblia diz aqui em 2 Tessalonicenses 1:9. Você poderia ler esse texto, por favor?
Alexandre: Claro. Diz assim: “Estes mesmos serão submetidos à punição judicial da destruição eterna de diante do Senhor.”
Maurício: Vimos aqui que não existe esperança de vida futura para os iníquos, porque Deus os pune com a morte eterna.
Alexandre: Entendi o que esse texto diz, mas eu acho que isso não é justo. Todo mundo morre. Não acha que os maus merecem um castigo pior?

O que a justiça exige?

Maurício: Percebo que você é uma pessoa que dá valor à justiça.
Alexandre: Sim, muito.
Maurício: Isso é elogiável. A verdade é que nós, humanos, temos um senso de certo e errado porque Deus nos criou com essa capacidade. Ele também dá muito valor à justiça. Mas, quando os líderes religiosos ensinam que Deus pune as pessoas no inferno, eles estão na verdade dizendo que Deus é muito injusto.
Alexandre: Como assim?
Maurício: Deixe-me dar um exemplo. Você conhece o relato da Bíblia sobre Adão e Eva?
Alexandre: Sim, conheço. Deus disse para eles não comerem o fruto de certa árvore, mas eles desobedeceram.
Maurício: Isso mesmo. Vamos dar uma olhada nesse relato. Está em Gênesis 2:16, 17: “Jeová Deus deu também esta ordem ao homem: ‘De toda árvore do jardim podes comer à vontade. Mas, quanto à árvore do conhecimento do que é bom e do que é mau, não deves comer dela, porque no dia em que dela comeres, positivamente morrerás.’” Então, o que Deus disse que aconteceria se Adão comesse o fruto proibido?
Alexandre: Ele disse que Adão morreria.
Maurício: Muito bem. Mas pense no seguinte: Quando Adão pecou, ele condenou todos os humanos a nascerem pecadores. * E, mesmo assim, será que Deus disse alguma coisa sobre punição no inferno?
Alexandre: Não.
Maurício: Mas, se Adão e Eva corriam o risco de serem atormentados para sempre, Deus não deveria tê-los alertado disso? Não seria a coisa justa e amorosa a fazer?
Alexandre: Eu diria que sim.
Maurício: Outra coisa: vamos pensar um pouco no que Deus disse a Adão e Eva depois que eles pecaram. Poderia ler, por favor, Gênesis 3:19?
Alexandre: Claro. “No suor do teu rosto comerás pão, até que voltes ao solo, pois dele foste tomado. Porque tu és pó e ao pó voltarás.”
Maurício: Obrigado. De acordo com esse texto, para onde Adão iria quando morresse?
Alexandre: Deus disse que Adão voltaria ao pó do solo.
Maurício: Exatamente. Mas você não concorda que para alguém voltar a algum lugar ele precisa ter estado lá antes?
Alexandre: É claro.
Maurício: E onde Adão estava antes de Deus criá-lo?
Alexandre: Ele não existia.
Maurício: Isso mesmo. E note que, quando Deus pronuncia a sentença, ele não menciona o inferno. Agora, o que você acha? Seria justo da parte de Deus dizer a Adão que ele voltaria ao solo se ele na verdade iria para o inferno?
Alexandre: Não, não seria.

 O Diabo é um agente de Deus?

Maurício: Podemos analisar outro detalhe sobre o ensino do inferno.
Alexandre: Ah, é? Que detalhe?
Maurício: Bem, quem as pessoas normalmente dizem que “manda” no inferno? Quem elas dizem que pune aqueles que vão para o inferno?
Alexandre: O Diabo.
Maurício: Mas veja: O Diabo é o pior inimigo de Deus. Se Deus mandasse as pessoas para o inferno para serem atormentadas pelo Diabo, isso não indicaria uma certa cooperação entre Deus e o Diabo?
Alexandre: Hum. Eu nunca pensei nisso dessa forma.
Maurício: Para ilustrar esse ponto — você é pai, não é?
Alexandre: Sou, sim. Tenho um filho que acabou de fazer 15 anos.
Maurício: Imagine se ele se tornasse muito rebelde e fizesse um monte de coisas erradas que deixassem você triste. O que você faria?
Alexandre: Eu tentaria corrigi-lo.
Maurício: Tenho certeza de que você tentaria de todas as maneiras possíveis ajudá-lo a voltar para o caminho certo.
Alexandre: Claro, sem dúvida.
Maurício: Mas digamos que, apesar de todos os seus esforços, ele não mudasse nada. Com o tempo, você talvez achasse necessário puni-lo de alguma forma, não é?
Alexandre: É.
Maurício: E se você descobrisse que um homem maldoso havia influenciado seu filho a fazer todas aquelas coisas erradas?
Alexandre: Eu ficaria furioso com esse homem.
Maurício: É nesse ponto que eu gostaria de ouvir sua opinião. Sabendo que esse homem perverso havia colocado seu filho contra você, pediria a esse homem para punir seu filho?
Alexandre: É claro que não. Isso não faria nenhum sentido.
Maurício: Então, se é Satanás quem influencia os maus, será que faz sentido Deus pedir a ele para punir essas mesmas pessoas?
Alexandre: Não, acho que não.
Maurício: E, se Deus quisesse que os maus fossem punidos no inferno, acha mesmo que o Diabo — o maior inimigo de Deus — aceitaria colaborar com Deus, atormentando os maus?
Alexandre: Sabe que eu nunca tinha parado para pensar nisso?

Jeová acabará com toda a maldade

Maurício: Mas podemos ter certeza de uma coisa. Deus vaiagir contra os maus que se recusam a mudar. Vamos ler um último texto que nos ajuda a entender melhor esse ponto. É o Salmo 37:9. Poderia, por favor, ler esse versículo para nós?
Alexandre: Posso. “Os próprios malfeitores serão decepados, mas os que esperam em Jeová são os que possuirão a terra.”
Maurício: Obrigado. Viu o que Jeová Deus diz que vai fazer com os malfeitores?
Alexandre: Ele vai decepá-los.
Maurício: Isso mesmo! Em outras palavras, ele vai destruí-los. Mas os bons — “os que esperam em Jeová” — viverão para sempre aqui na Terra. É claro que isso talvez levante algumas perguntas. Por exemplo, por que Deus simplesmente não impede que as pessoas continuem fazendo coisas más? E, se ele pretende mesmo punir os maus, por que ainda não fez isso?
Alexandre: Boas perguntas.
Maurício: Talvez eu possa lhe mostrar a resposta da Bíblia na próxima vez. *
Alexandre: Tudo bem, estarei esperando.
Copyright © 2012 Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania, Inc. All rights reserved.



ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário