Google+ Followers

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

A que a adoração pura nos habilita?



Como talvez já tenha observado, buscar a felicidade nas riquezas, em geral, é decepcionante. Certo repórter que escreve sobre investimentos no jornal The Globe and Mailde Toronto, Canadá, falou do “isolamento e sensação de vazio” que afligem muitas pessoas ricas. Segundo um conselheiro financeiro, os pais ricos que enchem os filhos de dinheiro e das coisas que este pode comprar “muitas vezes estão lançando as sementes da futura desgraça”.

Existe base sólida para a felicidade?

Para florescer, a planta florífera precisa de bom solo, água e clima adequado. Da mesma forma, os pesquisadores reconhecem que certas condições contribuem para a felicidade. Essas incluem: bem-estar físico; trabalho gratificante; comida, casa e roupas adequadas; realização de desejos criativos e amigos verdadeiros.

Você com certeza não negaria os efeitos dessas condições sobre as perspectivas de felicidade da pessoa. Mas há um fator mais importante: conhecer o “Deus feliz”, cujo nome é Jeová. (1 Timóteo 1:11) Como isso ajuda? Jeová é nosso Criador e dotou-nos da capacidade de ser feliz. Logicamente, ele sabe o que pode nos tornar verdadeiramente felizes.
Além de nos ajudar a lidar com a tristeza da morte, as orientações da Bíblia podem ajudar-nos a enfrentar os problemas financeiros e de saúde. Pode dar-lhe forças para suportar injustiça social e distúrbios políticos. E a aplicação das orientações da Bíblia na sua vida o ajudará a lidar com outros problemas pessoais.

Pelo estudo da Bíblia você adquire uma esperança muitíssimo superior a qualquer coisa que a sociedade humana oferece. A ressurreição de familiares e de amigos faz parte da esperança que a Bíblia apresenta.Revelação (Apocalipse) 21:3, 4 dá mais detalhes: “O próprio Deus estará com [a humanidade]. E enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor. As coisas anteriores já passaram.” Isso significa que qualquer causa de tristeza na sua vida em breve desaparecerá para sempre. O que a Bíblia promete se cumprirá, e você poderá ter o prazer de vivenciar isso. Apenas saber que melhores dias virão já dá alívio. E ter certeza de que a pessoa não sofre indefinidamente após a morte é motivo de alegria.

Publicado em A Sentinela  de 15 de junho de 2006



ASSOCIAÇÃO TORRE DE VIGIA DE BÍBLIAS E TRATADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário